Ninguém duvida da popularidade que a fotografia atingiu nos últimos anos graças aos smartphones. Em países como Portugal, onde a taxa de penetração de telemóveis e smartphones é grande, a maior parte da população traz uma câmara no bolso. Multiplique-se esta realidade por um grande número de países – estima-se que existem 2,1 mil milhões de telemóveis inteligentes em uso – e será fácil de perceber o domínio da fotografia mobile. Isto só acontece por um motivo: as câmaras nos dispositivos móveis estão de facto cada vez melhores e os resultados não param de surpreender. Dispositivos como o Google Pixel, o iPhone 7 Plus e o Samsung Galaxy S7 fazem os consumidores questionar a necessidade de compra de uma câmara fotográfica dedicada. Mas os números revelados hoje pela Yahoo dizem que ainda há mercado para as marcas tradicionais como a Canon e a Nikon. Simplesmente o mercado está é diferente.

Boa quarta-feira.

Serviços de televisão por subscrição continuam a aumentar: 84,3% das famílias portuguesas subscrevem um serviço de televisão integrado num pacote de telecomunicações. Este valor representa um aumento de 8,2% em comparação com igual período do ano passado. Os serviços 5P são os mais representativos, com 40,4% de quota de mercado, superando pela primeira vez os serviços 3P – têm 40,3% de quota.
Fonte: Jornal de Negócios




Apple vai partilhar estudos e investigações em inteligência artificial: A empresa que é conhecida pelos grandes níveis de secretismo – ainda que nos últimos tempos não tenha correspondido à fama -, vai começar a publicar os seus desenvolvimentos no segmento da inteligência artificial. Foi o próprio diretor da divisão de IA da Apple, Russ Salakhutdinov, quem fez o anúncio. O objetivo é atrair mais académicos e investigadores para as empresas.
Fonte: Wired

Drones de entregas da Google estão em risco: De acordo com o relato de duas publicações, o Project Wing já teve melhores dias. Por um lado a tecnológica está a encontrar vários desafios e problemas técnicos que estão a atrasar o desenvolvimento do serviço de entrega por drones. Por outro lado a própria empresa-mãe, a Alphabet, estará a fazer cortes neste projeto e já estará mesmo a alocar os trabalhadores noutros projetos.
Fonte: Bloomberg / The Wall Street Journal

Magic Leap prepara-se para testar a sua tecnologia no mundo real: A mais do que secreta empresa, que já recebeu financiamentos volumosos e poucos sabem bem o que está a fazer, está à procura de um engenheiro para testar a sua tecnologia no mundo real. Este acaba por ser um desenvolvimento interessante pois significa que a Magic Leap está mais próxima de colocar o seu produto de realidade misturada no mercado.
Fonte: Quartz

Negócio entre a Fitbit e a Pebble é mais sobre o software, não o hardware: A Fibit estará acima de tudo interessada na propriedade intelectual da Pebble e também na contratação dos seus engenheiros. Mas ao comprar a vertente de software da empresa, isso deixa em risco a vertente de hardware. Caso o acordo avance, por um valor próximo aos 40 milhões de dólares, então o Pebble The Time 2 e o Pebble Core poderão ser cancelados.
Fonte: Bloomberg




Flickr é cada vez mais dominado por fotografias mobile: 48% das imagens armazenadas na plataforma da Yahoo durante o ano de 2016 tiveram origem em dispositivos móveis. O hardware da Apple foi de longe o que mais contribuiu, ao representar 47% dos uploads. Destaque para o facto de as fotografias de DSRL terem representado 21% na plataforma, com a Canon a ser a marca mais representada fora da fotografia mobile.
Fonte: Engadget

Apple Music atingiu 20 milhões de subscritores: O serviço de streaming da marca da maçã continua a fazer a sua caminhada tranquila na conquista de novos utilizadores. O Apple Music ainda está longe dos 40 milhões de subscritores do Spotify, mas a verdade é que o serviço da Apple está disponível há muito menos tempo. Mais de 50% dos subscritores estão fora dos EUA e 60% não comprou qualquer música no iTunes nos últimos doze meses.
Fonte: Billboard