É uma questão que tem sido levantada por alguns utilizadores que fazem uso dos serviços de streaming de música: até onde vai a luta pelos exclusivos? O Spotify foi apanhado no meio de uma polémica mediática onde é dito que a empresa tem um sistema para não favorecer os artistas que têm trabalhos exclusivos noutras plataformas. A empresa sueca já veio desmentir essas insinuações. Mas esta é uma boa altura para levantar a questão de até quando o segmento da música por streaming vai manter a divisão do mercado com base em exclusivos, alguns dos quais apenas temporário. Se no segmento do vídeo é algo que funciona relativamente bem, o consumo de música é diferente pois as pessoas simplesmente nunca foram obrigadas a escolher um lado da barricada tendo por base os seus gostos.

Bom sábado.

Facebook troca humanos por algoritmos: Já não vão ser pessoas a escrever os resumos dos tópicos em tendência no Facebook. A rede social optou por escolher um sistema mecanizado que vai mostrar aos utilizadores os assuntos do momento. Ainda serão os humanos a definir os temas em destaque, mas o Facebook prefere que sejam os algoritmos a controlar os temas.
Fonte: Engadget



Spotify nega que tenha esquema contra artistas promovidos por outras plataformas: O Spotify foi apanhado num ‘turbilhão’ mediático. Surgiram rumores de que a empresa sueca tornava mais difícil a pesquisa de artistas que têm trabalhos exclusivos noutras plataformas. Entretanto a empresa especializada em streaming de música já veio desmentir os relatos e diz que não prejudica de forma alguma os artistas na sua plataforma.
Fonte: Recode

Google contrata executivo da Airbnb para dar impulso aos carros de condução autónoma: Depois de uma debandada na divisão dos sistemas de condução autónoma, a Google começou a contratar. Um dos executivos da Airbnb, Shaun Stewart, terá sido recrutado não pela sua experiência na área da robótica – que não tem -, mas talvez antes pela perceção do negócio: a empresa pode estar a pensar alugar online os seus veículos de condução autónoma.
Fonte: Recode

Facebook com presença nos eSports: A partir de hoje será possível ver transmissões em direto de jogabilidade de jogos da Blizzard no Facebook. O acordo já tinha sido anunciado, mas só agora começa a ter efeitos práticos. A rede social ganha assim uma componente de desporto eletrónico, tentando dar resposta a plataformas como o YouTube e o Twitch.
Fonte: The Verge

Volkswagen dedicada ao mercado elétrico: A empresa alemã estará a preparar um lançamento para o final de 2018, início de 2019, no qual vai revelar um veículo elétrico com uma autonomia superior a 400 quilómetros. O aspeto em destaque seria o facto de o veículo conseguir esta autonomia apenas com uma carga de 15 minutos.
Fonte: Tech Crunch

Sem mais artigos