Durante uma entrevista recente com David Amador, o criador do jogo Quest of Dungeons, o tema Steam surgiu em conversa. “No Steam eles fazem um pre-check, no mínimo, a ver se não há vírus e o jogo arranca, mas eles não fazem qualidade, não fazem testes, ou seja, não vão dizer se o jogo crasha ao fim de uma hora ou assim”, dizia o produtor português. Este é um dos problemas da Steam como plataforma de videojogos – é das mais famosas em todo o mundo e das que tem mais utilizadores, mas provavelmente também é uma das que tem mais jogos de baixa qualidade. Com a implementação do Steam Direct por troca com o Steam Greenlight a Valve tenta resolver justamente este problema. Mas a questão que está em cima da mesa é se a Valve vai ou não magoar aquela que é uma das imagens de marca da Steam – a comunidade de jogos independentes que recorriam à plataforma justamente por ter uma publicação mais simplificada.

Bom fim de semana.

Ford investe mil milhões de dólares em startup de inteligência artificial: Ao longo dos próximos cinco anos a startup Argo AI vai ser financiada pela Ford para desenvolver tecnologia que possa ser usada em sistemas de condução autónoma. Apesar de ser desconhecida do ‘grande público’, a Argo AI tem na sua equipa várias pessoas que já trabalharam noutras grandes tecnológicas, incluindo nos projetos de condução autónoma da Google e da Uber.
Fonte: The New York Times




Valve vai acabar com o Steam Greenlight: É uma das mais conhecidas plataformas de publicação de videojogos, sobretudo junto dos produtores independentes. No Steam Greenlight os produtores carregavam as suas propostas de videojogos e a comunidade da Steam validava o conceito e o potencial do jogo. Agora este sistema chega ao fim, com a Valve a burocratizar um pouco mais o processo. Os estúdios terão de submeter o jogo para aprovação direta da Valve e vão ter de pagar uma taxa de entrada. O valor não está definido, mas há quem fale em valores que podem ir até aos cinco mil dólares.
Fonte: Polygon

Tim Cook volta a destacar o potencial da realidade aumentada: Não é a primeira vez que o faz e não será certamente a última. O diretor executivo da Apple voltou a falar de realidade aumentada durante uma entrevista, dizendo desta vez que o potencial da tecnologia é semelhante ao de um smartphone. O timoneiro da Apple acredita que a realidade aumentada será para todos os consumidores.
Fonte: The Independent

Rússia estaria a considerar entrega de Edward Snowden aos EUA: Pouco tempo depois de a Rússia ter estendido o tempo de permanência de Snowden em território russo, surgem agora relatos que dizem que o delator pode ser usado como arma diplomática. Os russos estão alegadamente a considerar a hipótese de entregarem Edward Snowden aos EUA como uma forma de melhorar o relacionamento com a atual presidência. Os advogados de Snowden dizem não ter recebido qualquer sinal neste sentido.
Fonte: NBC News

Sistema de inteligência artificial da Amazon reconhece idade das pessoas: A plataforma Amazon Rekognition está a ser treinada para reconhecer objetos, cenários, caras e outros elementos dentro destes espectros de imagens. Agora a Amazon anunciou que a sua tecnologia de inteligência artificial consegue definir a idade das pessoas através de uma fotografia. O sistema além de dar um intervalo provável com a idade da pessoa, dá ainda níveis de probabilidade para outros factos. Por exemplo, ‘96,2% [de probabilidade] de a pessoa na fotografia estar a sorrir’.
Fonte: The Verge

Sem mais artigos