Foi um dos negócios mais estranhos do ano: a Tesla, fundada por Elon Musk, comprou a SolarCity, ‘fundada’ pelos primos de Elon Musk. Na realidade o empreendedor norte-americano teve a ideia, avançou com o financiamento e era o presidente do conselho de administração. É quase como se Elon Musk tivesse comprado a sua própria empresa. Mas o que Elon Musk está a fazer é a concentrar na Tesla toda a capacidade de produção de baterias elétricas e painéis solares. Dentro de uma década a Tesla pode muito bem ser a marca número um reconhecida pelos consumidores no que diz respeito à energia elétrica. Com a apresentação de telhados com painéis fotovoltaicos, a Tesla continua a construir o seu plano ambicioso de tornar a energia elétrica a fonte energética principal do planeta. Será preciso um longo caminho para atingir este objetivo, mas a empresa tem de facto colocado uma grande dedicação na perseguição deste objetivo.

Bom sábado.

Serviço UberGreen vai ser expandido a mais países do mundo: O programa-piloto de ter carros Uber completamente elétricos foi testado nas cidades de Lisboa e do Porto, havendo agora planos para que chegue a todos os mercados onde a tecnológica norte-americana tem operações. Em Portugal o UberGreen foi responsável por 500 mil quilómetros de viagens, num total de 66 mil viagens, tendo resultado numa poupança de 57 toneladas de emissões de carbono. O CEiiA é parceiro da Uber nesta iniciativa.
Fonte: Público




Hacker das celebridades condenado a pena de prisão de 18 meses: Ryan Collins esteve por trás do escândalo de segurança informática que envolveu várias celebridades no ano de 2014. O hacker roubou dezenas de fotografias íntimas através das contas iCloud dessas pessoas. Agora foi condenado a uma pena de prisão de 18 meses. Destaque para o facto de a condenação não estar relacionada com a divulgação das fotos, não tendo sido possível provar a ligação de Ryan Collins a esse facto.
Fonte: The Guardian

NASA vai limpar memória da New Horizon para permitir novas descobertas: A agência norte-americana confirmou ter recebido todos os dados relativos à passagem da sonda no planeta-anão Plutão. Foram cerca de 50GB de dados que demoraram um ano e meio a viajar até ao planeta Terra. Agora a NASA vai fazer uma verificação de todos os dados e caso se confirme que já tem todas as informações, vai limpar a unidade de memória da New Horizons para que a sonda tenha espaço para a sua nova missão: descobrir ‘segredos’ da cintura de asteroides de Kuiper.
Fonte: Engadget

Giphy quer ajudar a armazenar os Vine de todos os utilizadores: O Twitter disse que ia manter todos os vídeos produzidos pelos utilizadores do Vine como um arquivo digital, mas há quem queira ajudar a encontrar uma nova casa para esses conteúdos. A Giphy, empresa que detém o ‘Google dos GIF’, vai criar uma ferramenta de importação que permitirá colocar todos os Vine na sua plataforma. Ontem soube-se também que a plataforma de vídeos pornográficos PornHub pode estar interessada na aquisição do Vine.
Fonte: Mashable




Apple desiste do negócio dos monitores: A apresentação de um monitor da LG durante o evento do novo MacBook Pro tinha levantado algumas dúvidas, mas agora estão a ser desfeitas. A Apple não pretende fabricar mais monitores de marca própria, preferindo antes juntar-se a alguns fabricantes para ajudar a desenvolver novos equipamentos deste segmento específicos para os seus computadores.
Fonte: MacRumors

Tesla apresentou telhados solares: A marca de automóveis comprou recentemente a SolarCity, uma empresa que estava dedicada à produção de painéis solares e baterias elétricas. O primeiro anúncio após a aquisição foi dedicada a telhados solares. A Tesla-SolarCity desenvolveu quatro tipologias de azulejos que podem ser usados como cobertura nas casas. Ao olhar humano parecem elementos normais de um telhado – como telhas -, mas todos contêm um painel solar.
Fonte: Wired