O Twitter foi uma das primeiras redes sociais a apostar forte no conceito das transmissões em direto. A posição pioneira permitiu à tecnológica aprender antes de todos os outros quais os desafios e as oportunidades desta nova forma de partilha. Agora o Twitter parece estar preparado para dar um novo salto: quer criar um canal nonstop com transmissões de vídeo em direto. A empresa norte-americana tem feito algumas parcerias que lhe garantem o direito de transmitir em direto alguns eventos, pelo que o próximo passo é criar algo semelhante a um canal de televisão – transmissão ininterrupta, mas neste caso de vídeos em direto. A rede social não especificou se vai abrir espaço para conteúdos produzidos pelos seus utilizadores, mas o segmento do live stream está a afirmar-se como uma importante fonte de receita que o Twitter quer aprofundar.

 

Twitter vai ter transmissões de vídeo sem parar: 24 horas por dia, sete dias por semana. É este o objetivo do Twitter para a transmissão de vídeo em direto. Este fluxo constante de vídeo vai estar disponível tanto na aplicação da rede social, como na versão Web da plataforma. A intenção de criar um canal de transmissão contínua foi revelada pelo diretor de operações do Twitter, Anthony Noto. O executivo disse no entanto que este é um objetivo que vai demorar algum tempo a ser concretizado e não adiantou qualquer janela de tempo para o lançamento deste canal.
Fonte: Buzzfeed





Cofundador da Google estará a construir uma aeronave: Sergey Brin estará a construir uma aeronave semelhante a um dirigível num hangar que pertence à NASA. Apesar do plano ter sido revelado, nenhuma das fontes ouvidas conseguiu confirmar se este é um projeto meramente pessoal ou se estará relacionado com um novo projeto de investigação da Google. O hangar onde o projeto está a ser construído foi ocupado pela Google Planetary Ventures em 2015, mas por outro lado Sergey Brin é reconhecido como um entusiasta de aeronaves.
Fonte: Bloomberg

Boston Dynamics está a testar entregas feitas por robôs: A empresa especializada em robótica, e que faz parte da Alphabet, está a tentar encontrar uma missão mais comercial para algumas das suas criações. O diretor executivo da Boston Dynamics, Marc Raibert, revelou durante uma conferência que um dos robôs criados pela empresa tem estado a fazer algumas entregas em casa de funcionários. O CEO diz que este trabalho só está a 70% do seu potencial e ainda não garante o mesmo desempenho de um humano. A Boston Dynamics revelou ainda estar a usar peças impressas em 3D para reduzir o peso total dos robôs.
Fonte: Recode

Uber quer ter rede de VTOL em 2020: A tecnológica norte-americana quer mesmo apostar em sistemas de transportes aéreos e ontem, 25 de abril, revelou ter estabelecido várias parcerias para concretizar o seu projeto de veículos de descolagem e aterragem vertical (VTOL na sigla em inglês). A Uber já tem inclusive duas parcerias firmadas – nos EUA e nos Emirados Árabes Unidos – para criar vertiports, os aeroportos para estes sistemas de transporte.
Fonte: Wired

Próximo smartphone da OnePlus também pode apostar num duplo sensor fotográfico: A fabricante chinesa conhecida por criar smartphones topo de gama a preços mais acessíveis estará a preparar um novo dispositivo, o OnePlus 5. Agora surgiram aquelas que são, alegadamente, as primeiras imagens do equipamento. Apenas a parte traseira é mostrada, mas já é suficiente para perceber que uma das grandes novidades do dispositivo pode ser uma aposta num duplo sensor fotográfico. Outros rumores apontam para a inclusão de um chip Snapdragon 835 e para 6GB de memória RAM.
Fonte: GSMArena