Um carro autónomo da Uber esteve envolvido num acidente – do qual não foi culpado – no estado do Arizona, nos EUA. Fruto deste contratempo, a tecnológica norte-americana decidiu suspender todos os testes com veículos autónomos. Mesmo não tendo sido culpada, há muitas respostas que a Uber precisa de encontrar. Por exemplo, podia de facto ter sido feito algo, pelo veículo ou pelo seu condutor, para evitar este acidente? A decisão da Uber é muito distinta daquela que a Google tomou em situações anteriores quando os seus veículos estiveram envolvidos em acidentes – menos graves, é certo. Atualmente a Uber vive uma crise de relações públicas e não pode facilitar na resolução dos novos problemas que vão surgindo. Este é um primeiro sinal de que a tecnológica está disposta a dar um passo atrás para posteriormente poder continuar a evoluir.

Bom domingo.

Call of Duty pode voltar aos temas das grandes guerras: Sobretudo o último lançamento da franquia Call of Duty, Infinite Warfare, recebeu bastantes críticas pelo facto da Activion continuar a apostar em formatos futuristas nos seus jogos. No ano passado o ‘rival’ Battlefield escolheu dar aos jogadores uma aventura na Primeira Guerra Mundial e as críticas do jogo foram muito boas. Aparentemente a Activision vai tentar direcionar as críticas e o próximo Call of Duty deverá desenrolar-se na Segunda Guerra Mundial. A empresa ainda não comentou o aparecimento de algumas imagens que apontam nesse sentido.
Fonte: Polygon




Uber suspende testes com veículos autónomos após acidente: Um dos carros autónomos da Uber esteve envolvido num acidente aparatoso e que fez inclusive com que o veículo tombasse. As primeiras descrições do acidente ilibam o carro da Uber, estando a culpa do acidente a ser atribuída ao segundo veículo envolvido no acidente. A tecnológica norte-americana já confirmou que quando a colisão aconteceu o uber estava em modo autónomo. Até que consiga apurar todas as causas do acidente, a Uber decidiu suspender todos os testes com veículos autónomos.
Fonte: Engadget

Aumento da venda de jogos digitais pode contribuir para o fecho de 150 lojas da GameStop: O retalhista norte-americano especializado na comercialização de videojogos avisou que pode fechar 150 das 7.500 lojas que tem atualmente. A GameStop diz que houve jogos que venderam menos do que o esperado e que alguns rivais fizeram promoções muito agressivas na comercialização de jogos. Mas há outro motivo que ajudará a sustentar a decisão da GameStop: o aumento da venda de videojogos em formato digital começa a afetar de forma notória o negócio das lojas físicas.
Fonte: The Wall Street Journal

Alemanha regula transmissões de 24 horas no Twitch e YouTube: As entidades do país consideram que há canais nestas plataformas que comportam-se como emissores tradicionais e que por isso deve haver um equilíbrio nas regras. Isto significa que quem tiver um canal no YouTube ou no Twitch com uma emissão de 24 horas vai ser obrigado a pedir uma licença equivalente à dos canais de televisão. O canal PietSmietTV é um dos que vai ter de fazer o pedido da licença. O valor destas licenças pode variar entre os mil e os dez mil dólares.
Fonte: Engadget

Samsung Galaxy S8 volta a aparecer em imagens: Faltam três dias para a apresentação oficial do novo smartphone topo de gama da Samsung e as fugas de informações não param de acontecer. Novas imagens do equipamento voltam a confirmar a aposta num ecrã de grandes dimensões, apresentando-se o smartphone com margens bastante reduzidas. A Samsung vai mesmo deixar de aplicar um botão físico na parte frontal do equipamento, um elemento de design que caracterizou todas as gerações do Galaxy S até ao momento.
Fonte: GSMArena