No nosso resumo não vai encontrar o misterioso vídeo que congela os dispositivos iOS. Mas temos a certeza de que a curiosidade de alguns leitores vai levá-los até esse vídeo. E temos quase a certeza de que pelo menos uma pessoa vai acabar por ficar com o smartphone ‘congelado’. Não o condenamos, é uma questão de curiosidade. Motivo pelo qual estas falhas que estão a ser exploradas no iOS são tão perigosas. Ainda que o resultado seja potencialmente negativo para o equipamento – mesmo que não existam consequências graves conhecidas para o dispositivo -, há algo nestes alertas que acabam justamente por ter o efeito contrário nos consumidores. Maravilhoso mundo tecnológico este no qual vivemos.

Boa quarta-feira.

Dispositivos iOS congelam com reprodução de vídeo específico: No ano passado era possível ‘mandar abaixo’ os iPhone com uma simples mensagem de texto. Desta vez os relatos são relativos a um vídeo que está a ser partilhado nas redes sociais. Poucos segundos depois de começar a reproduzir o vídeo, os dispositivos iOS da Apple – iPhone, iPad, iPod – congelam, obrigando o utilizador a fazer um reinício ao sistema operativo. O ‘segredo’ está no facto de o vídeo afetar temporariamente a memória dos dispositivos móveis.
Fonte: 9to5Mac




Alguns segundos podem bastar para carregar o smartphone durante dias: Investigadores da Universidade Central da Flórida desenvolveram um supercondensador de energia que além de durar até 20 vezes mais do que as baterias tradicionais, consegue armazenar energia para vários dias de utilização mediante um carregamento de poucos segundos. Os investigadores assumem que os resultados preliminares são promissores, mas também dizem que a tecnologia não está pronta para o mercado de consumo.
Fonte: Engadget

Google traz concurso de jogos indie para a Europa: Depois de ter realizado uma iniciativa semelhante nos EUA, a gigante dos motores de busca centra agora atenções nos produtores independentes de videojogos para Android. O concurso vai estar disponível em vários países, mas não em Portugal. Os vencedores vão ter acesso a uma campanha com youtubers no valor de cem mil euros e vão também ter destaques especiais na loja do Android.
Fonte: The Next Web

Oracle quer comprar a empresa que sofreu um dos maiores ataques DDoS de sempre: A Dyn, empresa que saltou para as manchetes da imprensa especializada por ter sido alvo de um mega-ataque de negação de serviço, vai ao que tudo indica ser comprada pela Oracle. A intenção de compra foi revelada pela própria empresa liderada por Larry Ellison. A aquisição faz parte dos planos da Oracle para afirmar-se como um gigante do cloud computing.
Fonte: Wired

Hacker mostrou ser possível tomar conta da rede Wi-Fi de Tel Aviv: A história foi partilhada agora, mas já remonta a 2014. O especialista em segurança informática Amihai Neiderman encontrou uma forma de controlar a rede pública de Wi-Fi da capital de Israel. O perito considerou o processo relativamente fácil de aplicar. Amihai Neiderman trabalhou com a empresa que estava responsável por parte da rede Wi-Fi para ajudar a corrigir o problema, mas fica mais uma vez provado que é preciso ter sempre cuidados extra quando está a navegar em redes Wi-Fi públicas.
Fonte: Motherboard

Sem mais artigos