A grande questão que se coloca é: dez mil visualizações é muito ou é pouco? A resposta dependerá provavelmente da perspetiva, do empenho e do objetivo de cada um no YouTube. Para quem quer de facto ganhar algum dinheiro com a plataforma, dez mil visualizações totais no canal deve ser visto como um objetivo mínimo a caminho do ‘estrelato’. Mas dependendo do canal que a pessoa está a pensar em criar, ainda pode demorar algum tempo até que essas dez mil visualizações sejam atingidas. O YouTube diz que esta decisão, que já está em prática, serve para proteger os criadores de conteúdos, pois havia muita duplicação de vídeos para que pudessem render o dobro do dinheiro. Na prática haverá também uma parte do dinheiro que até aqui era distribuída por todos e que vai passar a ser distribuída por quem de facto está dedicado ao YouTube.

Boa sexta-feira.

SIBS vai descontinuar a criação de cartões MBNet através do site: A confirmação foi dada pela própria empresa que gere a plataforma de criação de cartões bancários virtuais. A decisão está relacionada com novas regras que a Comissão Europeia vai aplicar e que vão exigir funcionalidades adicionais de segurança. A criação de cartões MBNet através do site vai deixar de estar disponível em julho, mas será possível continuar a criar cartões virtuais através da aplicação e das caixas multibanco.
Fonte: Expresso




Ganhar dinheiro no YouTube só estará disponível para canais com mais de 10 mil visualizações: A plataforma de vídeos da Google está a elevar um pouco a fasquia para aqueles que pretendem ganhar dinheiro como criadores de vídeos. A disponibilização de anúncios nos vídeos só será feita em canais que tenham, no mínimo, dez mil visualizações totais. O valor acaba por não ser alto para quem quer de facto ganhar a vida com o YouTube, ao mesmo tempo que pode ser um elemento desencorajador para novos produtores de conteúdos.
Fonte: The Verge

DJI deverá apresentar drone ainda mais compacto do que o Mavic Pro: O tamanho reduzido e as características que disponibiliza nesse formato fazem do Mavic Pro um dos melhores drones da atualidade. Mas a fabricante chinesa DJI tem alegadamente objetivos mais ambiciosos. Foram reveladas imagens e um vídeo daquele que poderá ser o DJI Spark, um drone com um tamanho ainda mais pequeno do que o Mavic Pro e que deverá também ser mais acessível no preço. Especula-se que o Spark possa estar a ser desenvolvido tendo em conta o conceito de corridas de drones.
Fonte: TechCrunch

Samsung deverá anunciar os melhores lucros trimestrais de sempre: Nas previsões partilhadas pela própria tecnológica, o primeiro trimestre do ano terá sido responsável por 44 mil milhões de dólares de receitas e 8,9 mil milhões de dólares de lucro, aquele que seria o maior de sempre registado pela marca num trimestre. Os resultados acabam por ser animadores pois serão conseguidos mesmo sem contar com as vendas do novíssimo Galaxy S8.
Fonte: Reuters




Nvidia Titan Xp é a nova placa gráfica topo de gama do mercado: É a sucessora da Titan X revelada no ano passado e consegue garantir ainda mais desempenho no mesmo formato. São 3.840 núcleos CUDA capazes de atingir de uma largura de banda de 548 GB por segundo. A velocidade da memória também aumentou de 10GHz para 11,4GHz, mantendo-se disponíveis os 12GB de memória dedicada que o modelo do ano passado já disponibilizava. A placa gráfica foi projetada com a arquitetura Pascal e vai custar 1.200 dólares, o equivalente a 1.130 euros.
Fonte: ArsTechnica

Spotify estará a preparar a entrada na bolsa: É a mais popular plataforma de streaming de música, tendo 100 milhões de utilizadores, dos quais 50 milhões são pagantes. A entrada do Spotify em bolsa tem sido um tema já bastante discutido e parece que os planos vão mesmo avançar – ainda que não nos modelos tradicionais. Ao contrário do que acontece por norma, com as empresas a tentarem encaixar uma maior valorização com a entrada em bolsa, o Spotify pretende apenas que as ações que já existem possam ser negociadas na bolsa. Isto daria oportunidade aos atuais investidores e até aos funcionários de venderem as suas ações da empresa.
Fonte: Bloomberg

Sem mais artigos