Durante a apresentação dos novos Galaxy S8 e Galaxy S8+, a Samsung revelou ainda uma nova versão da câmara Gear 360. O primeiro modelo foi introduzido no ano passado também juntamente com os smartphones topo de gama de então, os Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge, mas a edição de 2017 já apresenta diferenças significativas.

Em vez de apostar em pequenas melhorias incrementais, a Samsung decidiu mesmo redesenhar por completo a câmara. Se o modelo do ano passado era uma grande esfera suportada por um tripé, a versão deste ano tem um design mais próximo a um cogumelo.




Esta opção foi feita, de acordo com a Samsung, para permitir que a câmara seja mais fácil de segurar por parte dos utilizadores e para que quem está a captar o conteúdo em 360º consiga fazer parte da imagem ou do vídeo de forma mais simples. Em termos visuais a nova Gear 360 tem de facto um aspeto mais amigável, além de apresentar-se com um formato mais reduzido e por isso ainda mais portátil.

A Samsung Gear 360 de 2017 permite captar vídeos em 4K ‘verdadeiro’, querendo isto dizer que as produções terão uma resolução de 4.096×2.160 píxeis. Já no que diz respeito às transmissões de vídeo em direto, outra das novidades do modelo deste ano, a Gear 360 suporta live streams em 2K no máximo.

A sua aplicação companheira além de ser uma das quatro que garante integração com o Facebook Live 360, permite igualmente iniciar uma transmissão em direto de forma simples para o YouTube, outro nome grande no que diz respeito ao catálogo de conteúdos imersivos.

 

Como a versão de 2017 não traz um tripé integrado como suporte, a Samsung decidiu incluir um anel de borracha que vai permitir que a Gear 360 consiga ficar em pé e completamente estável quando está numa superfície plana, como uma mesa. Os utilizadores mais ambiciosos vão ter na mesma acesso a um encaixe que permitirá usar a Gear 360 num tripé.

A Samsung ainda não anunciou um preço para o novo modelo da Gear 360, mas de acordo com o The Verge o objetivo é que a câmara seja mais acessível no preço do que a versão lançada em 2016 – em Portugal o modelo de 2016 custa 350 euros. Ou seja, além de tornar o dispositivo em si mais amigável para os utilizadores, seja na forma como segura a câmara, seja na facilidade de partilha nas redes sociais, é objetivo que a Gear 360 também seja mais amigável na carteira.

Leia também | O mundo é um cenário de realidade virtual com as câmaras Alcatel 360

A tecnológica sul-coreana não revelou uma data de lançamento para o gadget, indicando apenas a “primavera” como janela de lançamento.

Para terminar, a Samsung tornou ainda o novo modelo compatível com mais smartphones. Além de suportar os equipamentos topo de gama de marca própria, a Gear 360 também é compatível com os dispositivos Android que tenham a versão 5.0 ‘Lollipop’ ou superior, assim como suporta o iPhone 6s e todos os que foram revelados posteriormente.

Mas nem tudo parece ser uma evolução clara no modelo deste ano. Para atingir um design mais pequeno e mais amigável a Samsung decidiu fazer algumas concessões: os dois sensores de imagem são de 8,4 megapíxeis, quando na versão do ano passado eram de 15 megapíxeis; e a bateria da nova Gear 360 é de 1.160 mAh quando a do modelo do ano passado era de 1.350 mAh.

Só um contacto mais direto com a câmara permitirá perceber até que ponto estes aspetos negativos acabam por justificar os restantes incrementos que foram feitos.