É o fim de uma era. Pela primeira vez desde a década de 1980 que o sistema operativo Windows deixou de ser a principal origem de utilizadores de internet. Este título foi perdido para o sistema operativo Android durante o mês de março de 2017, o que marca claramente a ascensão dos dispositivos móveis sobre os computadores.

Os dados são da StatCounter: o Android foi responsável por 37,93% dos acessos à internet registados em março, enquanto o Windows foi responsável por 37,91% dos acessos. Uma diferença muito magra e quase insignificativa, mas que na realidade está carregada de significado.




Recorda-se que os dados da StatCounter têm em conta as versões dos sistemas operativos que existem para diferentes equipamentos, englobando smartphones, tablets e computadores.

StatCounter | Março de 2017

Um outro gráfico partilhado pela StatCounter revela que os países mais populosos, como a China e a Índia, onde as condições de vida fazem com que o smartphone seja o único dispositivo de acesso à internet para milhões de pessoas, ajudaram a que o Android ultrapasse o Windows neste termo de comparação.

StatCounter | Março de 2017

“Este é um marco na história da tecnologia e é o fim de uma era. Marca o fim da liderança da Microsoft a nível mundial no mercado dos sistemas operativos que mantinha desde a década de 1980. Representa também um avanço importante para o Android que só representava 2,4% dos acessos à internet há cinco anos”, comentou em comunicado o diretor executivo da StatCounter, Aodhan Culle.

O marco é histórico, sem dúvida, mas não pode ser considerado totalmente surpreendente tendo em conta a evolução dos dois mercados. Em 2016 foram vendidos 1,5 mil milhões de smartphones e 270 milhões de computadores, uma diferença gigante e que já dura há vários anos. O mercado dos computadores está em quebra há cinco anos consecutivos e o mercado dos smartphones continua a registar crescimento, ainda que esteja a aproximar-se da estagnação.

Leia também | O sistema operativo Android em números

Na análise que o CEO da StatCounter faz, ainda há algum ‘consolo’ para o Windows da Microsoft: é de longe o sistema operativo para computadores que mais acessos à internet gera. Em março o Windows conseguiu 84% de quota neste campo de análise. Apesar da ultrapassagem do Android, Aodhan Culle acredita que o mercado está a mudar novamente e que a Microsoft pode voltar a recuperar o lugar que era seu.

“Vai ser difícil para a Microsoft fazer incursões no segmento mobile, mas a próxima mudança de paradigma pode dar-lhe a oportunidade de recuperar o domínio. Pode ser a realidade aumentada, a inteligência artificial, as plataformas de voz ou o Continuum”, explicou o porta-voz da StatCounter.

Como salienta o The Verge, os dados da StatCounter têm por base o acesso feito em 2,5 milhões de sites que são monitorizados pelas ferramentas de tracking da empresa. Os dados da StatCounter não têm em conta os acessos online que são feitos através de aplicações móveis.

Em Portugal, uma realidade completamente diferente

A nível mundial tivemos uma ultrapassagem histórica. Qual é a situação da utilização de internet em Portugal?

Recorrendo a dados da StatCounter, vemos que a situação em Portugal é ainda muito diferente daquela que se regista a nível global. Durante o mês de março o sistema operativo Windows foi responsável por 67,84% dos acessos feitos à internet, com o Android a ser responsável por 14,79%.

StatCounter | Março de 2017

A diferença é muito grande e mostra que em Portugal o computador ainda tem uma forte tradição junto dos utilizadores e que poderão ser necessários vários anos até que um sistema operativo móvel consiga destronar o Windows da sua posição. O iOS, da Apple, ocupa a quarta posição ao representar 6,26% dos acessos à internet.