As duas empresas assinaram há pouco tempo um acordo de licenciamento de exclusividade: a TCL é a única fabricante que neste momento pode produzir equipamentos com a insígnia da BlackBerry. O primeiro ‘filho’ desta nova etapa da parceria entre as empresas foi apresentado durante o Consumer Electronic Show. Parcialmente, pelo menos.

Apesar de terem mostrado na íntegra o design do novo smartphone, que dá pelo nome de código de BlackBerry Mercury, as duas empresas apenas confirmaram uma parte das especificações técnicas, deixando ainda muitos detalhes para a imaginação e para os rumores.




A TCL diz que prefere guardar a revelação total do equipamento para o Mobile World Congress, que vai decorrer em Espanha no final de fevereiro. Mas será que o efeito novidade na altura já não terá passado?


Seja como for, fica confirmado que o Mercury é um dispositivo que recupera o teclado físico que ficou icónico justamente graças aos smartphones da marca BlackBerry. O dispositivo apresenta-se com um formato mais retangular do que é habitual, pois também preserva um ecrã sensível ao toque. O tamanho do ecrã e a sua resolução são, por exemplo, dois elementos que não estão ainda confirmados.

Neste momento está confirmado que o teclado é sensível ao toque, podendo servir como touchpad para a navegação em páginas web e também para ajustar o cursor quando estiver a escrever um texto, por exemplo.

A tecla de espaço do smartphone tem um leitor de impressões digitais integrado, uma característica interessante e que nunca existiu noutros dispositivos da marca BlackBerry.

Também já está confirmado que o Mercury virá equipado com o Android 7.0 ‘Nougat’, incluindo a tecnologia proprietária de segurança DTEK que ajudou a promover os dois smartphones já produzidos pela BlackBerry em parceria com a TCL.

Por confirmar está a futura disponibilidade do seu equipamento, assim como o preço. Depois do acordo estabelecido com a BlackBerry, os rumores dizem que a TCL vai usar a marca para combater no segmento dos dispositivos de gama alta, usando a marca Alcatel para ‘atacar’ os restantes níveis de preço.

CES 2017 FUTURE BEHIND BANNER