O mercado dos eSports tem conhecido uma evolução muito positiva em Portugal. Continuam a não existir estudos oficiais sobre o número de atletas de desportos eletrónicos no nosso país, mas existem indicadores de que a área está a crescer. O mais claro de todos é o grande interesse que as marcas têm demonstrado neste segmento.

Não são só as típicas marcas ligadas ao gaming, como a PlayStation e a Xbox, que estão a tentar capitalizar com o fenómeno dos eSports. Nomes dos mais variados sectores estão a tentar ganhar terreno desde cedo neste segmento, pois acreditam que no futuro pode ser sinónimo de um retorno de milhões. Quando isso acontecer, estarão já bem posicionados.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Outro sinal claro do bom momento dos eSports em Portugal está relacionado com o número de competições que têm surgido. Só na última semana foram reveladas três novas competições que estarão disponíveis para os jogadores portugueses.

Allianz Challenge

Uma delas é o Allianz Challenge, uma competição organizada pela recém formada divisão de eSports da Federação Portuguesa de Futebol. Este campeonato vai fundir os conceitos de online e offline para encontrar os melhores jogadores de FIFA em Portugal.

As inscrições para o evento online já estão disponíveis. A competição começa oficialmente no dia 22 de junho e estará dividida por plataformas – PlayStation 4, Xbox One e PC. Os qualificadores online vão servir para encontrar os 16 melhores jogadores de cada plataforma.

Allianz Chalenge eSports

Estes 48 jogadores vão ser acompanhados de mais 16 wildcards, informa a FPF, num evento físico no 22 de julho. Na Cidade do Futebol, em Oeiras, será realizada a grande final que vai encontrar o vencedor do primeiro grande torneio da FPF eSports. O prémio para o vencedor é de 10 mil euros – o prize pool total é de 20 mil euros – e garante-lhe um confronto com um dos melhores jogadores de FIFA da atualidade, Agge Rosenmeier.

Superliga

Também a Bitzer, uma recém criada agência dedicada aos eSports, anunciou a Superliga, uma competição de Counter-Strike: Global Offensive e de League of Legends que conta com 20 mil euros em prémios.

A Superliga vai decorrer entre setembro e dezembro, e vai dividir-se entre uma fase regular online e uma fase final em formato final four, explica a Bitzer em comunicado. No total vão existir 14 jornadas de competição que serão disputadas por oito equipas.

Bitzer Superliga eSports

O diretor executivo da Bitzer, João Duarte, considera que esta competição de base nacional será importante para o crescimento das associações e dos clubes nacionais de eSports.

Predator Go4Overwatch Ibérica

Também agora acessível em Portugal está a competição Predator Go4Overwatch Ibérica, um campeonato organizado pela Acer e pela ESL, uma das maiores entidades internacionais ao nível de competições online. Tal como o nome indica, este formato é dedicado para a comunidade de Overwatch, um first person shooter que ganhou grande popularidade desde o seu lançamento.

Todas as segundas-feiras às 19 horas de Portugal continental inicia-se uma nova ronda competitiva. O vencedor de cada semana ganha um prémio de 120 euros. Com os pontos acumulados ao longo do mês as duas melhores equipas terão depois a oportunidade de disputar o grande prémio mensal – 480 euros para a equipa vencedora, 240 euros para o vice-campeão.

Predator Go4Overwatch Ibérica eSports

Pelos próprios valores dos prémios finais esta é uma competição que se destina sobretudo a jogadores amadores de eSports, mas que têm como objetivo avançar na sua profissionalização.

Estas três novas competições prometem endereçar não só um largo espectro de jogadores – amadores, semiprofissionais e profissionais -, como também assegura uma variedade considerável de estilos de eSports – desporto, estratégia e FPS. Os desportos eletrónicos continuam assim a sua tendência de afirmação no mercado português, algo que deverá acentuar-se nos próximos meses.