Trust GXT 323 Carus

Análise Trust GXT 323 Carus

Haverá algo mais visível e caraterístico de um utilizador de qualquer instrumento informático do que um headset? Existem para todos os gostos, utilizações e preços. O mercado é abrangente e haverá sempre uma solução para o gamer, de linhas mais arrojadas e com o foco no som e na comunicação clara e para o utilitário, mais discreto e com ênfase na funcionalidade.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

A Trust apresenta desta vez o modelo GXT 323 Carus, um headset claramente direcionado para o mercado gaming, que parece seguir a máxima da empresa catalã em apresentar produtos com a alma de outros de marcas de renome, mantendo os seus preços acessíveis a boa parte das bolsas.

Teremos aqui mais uma boa solução para quem pretende ter aquela experiência de alta gama no mundo dos tapadores de orelhas com estilo ou ter-se-á abdicado de demasiado, estando este modelo da Trust enquadrado na lista dos headsets meh?

.

Características Trust GXT 323 Carus

Trust

Trust GXT 323 Carus

Conchas auriculares em malha para sessões de jogo intensas e prolongadas

  • Banda ajustável à cabeça e microfone flexível
  • Controlo de volume e silenciador do microfone na concha auricular
  • Som com graves intensos
  • Cabo entrançado em nylon de 1 m com ligação de múltiplas finalidades para consola, portátil, telemóvel e tablet
  • Cabo adaptador de extensão de 1m para PC

Carus? Até ficam bem em conta, baratus até!

Piada seca à parte, o GXT 323 Carus tem claramente algumas limitações que só vão apanhar o mais desprevenido do conhecedor de acessórios para um mundo emergente dos multijogos e multijogadores. O plástico que domina a sua composição tem um custo mais reduzido na sua produção certamente, e apesar de não serem nada desconfortáveis, podem afetar as orelhas de um jogador mais ávido e persistente, tornando-se até doloroso numa sessão longa. São grandes e vistosos, bem bonitos até, mas têm o seu peso considerável (354 gramas) e passado algum tempo de uso, o utilizador irá acusar nitidamente essa característica.

O volume é um ponto também positivo, aproveitando os drivers de cinquenta milímetros que prometiam uma explosão de som. Mas apesar de cumprirem a sua função seja em modo de jogo ou de apreciação de qualquer lista de reprodução do Spotify, os graves nunca chegam ao ponto que os fariam distanciar-se de outros produtos que o fazem rotundamente.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O microfone apresenta um sono claro e torna a comunicação indelével, mas o facto de o mesmo não ser retrátil quando não se usa e que fica ali dependurado, como um apêndice que ninguém quer ver.

Consegue ver-se um padrão? Para algo muito positivo, há algo menos positivo. E isto poderia ser considerado como algo que poderá influenciar aquando da escolha de comprar ou não este modelo. Acrescente-se então o último fator, aquele que quase sempre acaba por influenciar: o seu preço, que ronda os 45 euros, podendo até encontrar-se por um valor inferior. E tudo o que faz bem, por este preço, faz sem grande dificuldade esquecer aquilo que pode ser menos bom. Nada que faz menos bem é fator de eliminação para um utilizador menos exigente, com um orçamento inferior ou mesmo alguém que vá dar-lhe um uso mais intermitente. O GXT 323 Carus, na linhade bastantes produtos da marca Trust prometem fiabilidade por preços bastante competitivos. E quem o adquirir vai ter que saber isso. O produto, a marca em si, é bastante transparente. Ninguém vai ao engano!

Considerações finais

O headset GXT 323 Carus espelha mais uma vez aquilo que a Trust representa no mundo dos acessórios informáticos: há uma intenção de aproximar os seus produtos a uma gama mais elevada no seu visual, linhas e intencionalidade, abdicando de um maior requinte nos materiais utilizados. Tudo isto para conseguir preços altamente competitivos. Este produto é altamente recomendado para uma carteira mais comedida, que tenha como intenção um uso menos regular, ou até para ser dado a alguém mais jovem com tendência para destruir tudo o que lhe é posto à frente. Ainda assim, aguentará bastante porrada, apesar do corpo em plástico na sua grande maioria, no seu peso algo desproporcional e num som que não deslumbra.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

É acima de tudo um produto robusto e com capacidade para se fazer ouvir de forma razoável neste mundo competitivo, com a qualidade de som a cumprir os seus propósitos.

Se o que se pretende é um produto de gama média a preço mínimo, o Trust GXT 323 Carus é uma escolha evidente.

patreon