O Vimeo é uma das principais plataformas para publicação de vídeos na internet. Desde cedo a plataforma apostou nos vídeos de grande qualidade e com um forte cunho criativo. Mais tarde o Vimeo passou a distinguir-se da concorrência por permitir uma maior monetização dos conteúdos que são colocados na plataforma.

Mesmo tendo um posicionamento distinto, isso não significa que o Vimeo não esteja a seguir as principais tendências do segmento do vídeo online. Neste sentido a plataforma anunciou hoje o suporte para vídeos em 360º.




O Vimeo encurta assim terreno para o YouTube e para o Facebook, duas plataformas que há já largos meses possibilitam a publicação de vídeos imersivos.

Além do suporte para conteúdos em 360º, o Vimeo criou ainda uma categoria onde vai agregar os melhores vídeos deste género – chama-se 360 Cinema e tem curadoria humana – e criou também um pequeno curso online que ensina os básicos da produção em 360º.

Neste curso os interessados podem aprender mais sobre os enquadramentos quando estão a filmar em 360º, podem perceber melhor a diferença que existe entre vídeos imersivos e outros conteúdos de realidade virtual e podem até encontrar dicas sobre o equipamento que podem comprar tendo em conta os objetivos que pretendem atingir.

Veja também: Todos querem saber quais os vídeos do ano no YouTube. Então e os melhores do Vimeo?

A disponibilização deste curso, além de ser um recurso valioso para todos os que pretendem iniciar-se na criação de vídeos imersivos, mostra também o público a quem o Vimeo quer dirigir-se com estas novidades: pessoas que pretendem criar vídeos numa perspetiva mais profissional e não tanto numa perspetiva amadora.

De acordo com o TechCrunch, o sistema de rentabilização também vai estar disponível para os vídeos em 360º. Isto dá possibilidade ao utilizador de decidir se quer disponibilizar gratuitamente a sua produção para todos ou se pretende mantê-la fechada, ganhando perto de 90% de todas as receitas geradas pelo conteúdo.