Esta semana até podemos ser apenas dois com tempo para escrever neste semanário de bordo que é o Vocês Jogam, Nós Também, mas não é por isso que faz com que a semana seja menos importante… estamos a entrar na última semana de outubro e, consequentemente, na última semana sem consolas da nova geração.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Com as Xbox Series X | S a chegar no dia 10 de novembro e ambas as PlayStation 5 no dia 19 de novembro, quais são os vossos planos para as últimas semanas da geração que está connosco desde o ano de 2013?

Tiago Marafona

A semana foi essencialmente preenchida por The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel IV e Super Mario Bros. 35. Não deu para muito mais, mas encheu-me totalmente as medidas.

A semana foi praticamente virada para The Legend of Heroes: Trails of Cold Steel IV jogo que estive a analisá-lo sob embargo, mas que já se encontra disponível para ser lida.

Trails of Cold Steel IV segue a linha dos jogos anteriores da série: um jogo longo, apetrechado de conteúdo, demorado, frenético, divertido e conservador. Há imenso dos títulos passado e isso acaba por favorece-lo, mas também o penaliza em certos pontos, mas o balanço é muito positivo. Continua a ter um sistema de batalha por turnos muito agradável, tendo várias formas de personalizar cada disputa e dando para usar táticas diferentes torna cada embate único. Ainda assim, por vezes peca por excesso, pois a quantidade de informações e de vídeos por vezes faz perder o ritmo da história, do jogo. Foi um dos aspetos negativos que já tinha apontado no seu antecessor, e infelizmente esse balanceamento não foi corrigido. No geral é um ótimo JRPG, que encerra um capítulo que já se prolongou até demais do que seria suposto, mas que não deixa de ser muito reconfortante assistir ao crescimento da atmosfera da série, das personagens e da tensão que se vai criando naquela comunidade.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Dentro do espaço que me restou do tempo dedicado a videojogos, fui jogando Super Mario Bros. 35, o que me permitiu obter mais algumas vitórias e várias derrotas, como é evidente. Tive também um encontro modesto a observar as estatísticas e não paro de me surpreender com alguns números, principalmente de horas e de partidas que já fiz desde que o jogo saiu. Uma autêntica anormalidade que não combina com o que tenho sentido. Na minha perceção, pensava que teria no mínimo pouco mais de 10 horas, quando, na verdade, já passei as duas dezenas.

André Santos

Uma semana atarefada no trabalho, onde o descanso chegou apenas na sexta-feira. Sem a prática ou a qualidade do Tiago aventurei-me pela primeira vez por Super Mario Bros. 35 e a única coisa que vos posso dizer é que o jogo é, de facto, viciante. Ficou-me a faltar tempo para jogar mais, mas a vontade está cá e espera, até o jogo desaparecer, conseguir voltar a pegar naquele que parece um autêntico Battle Royale à lá Tetris.

Para além disto passei por Gears 5, Forza Horizon 4, Ori and the Will of The Wisps e instalei Dead by Daylight na esperança que alguém se junte a mim para os festejos de Halloween. Sim foi tudo jogado na Xbox, mas existem duas razões: 1 – Estão todos no Game Pass o que ajuda na carteira. 2 – Fazem todos parte da lista de jogos que serão otimizados para nova geração assim que as consolas Xbox Series X | S chegarem ao mercado.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Forza Horizon 4 e Ori and the Will of The Wisps são dois jogos completamente diferentes, um de plataformas e outro desportivo, mas que no fim são dos jogos mais bonitos, a nível visual, que esta geração teve. Aconselho ambos os títulos a quem os conseguir jogar, duvido que se venham a arrepender.

Mas voltando à minha rotina fitness. Basicamente ando em formato de preparação física (os dedos principalmente) para passar a prova de fogo que é entrar numa nova geração de consolas. Na semana que agora começa, espero ter tempo para continuar com esta rotina de preparação e acrescentar mais uns exercícios… é que a PlayStation também vai ter consolas novas em novembro.

Até para a semana, e não se esqueçam… a hora mudou.

Sem mais artigos