O pagamento de aplicações móveis feito através dos operadores de telecomunicações é uma técnica já usada em vários países, sobretudo onde os pagamentos digitais não estão tão desenvolvidos e não há uma grande penetração dos cartões bancários. Mas este sistema acaba por fazer sentido noutros países, simplesmente pela comodidade da compra.

A Vodafone Portugal assinou uma parceria com a Google que permite aos seus clientes comprarem aplicações na loja do sistema operativo Android através do saldo que têm disponível ou da fatura associado ao tarifário.




Não é assim necessário fazer um registo de um cartão de crédito na loja da Google. O utilizador compra a aplicação que desejar e o valor da aplicação ou é descontado do saldo ou é taxado na próxima fatura mensal.

É de destaque que a faturação através do operador de telecomunicações também permite a compra de extras dentro das aplicações, denominadas de in-app purchases. Estas são as compras que lhe permitem, por exemplo, comprar ajudas para um determinado jogo.

De acordo com as informações oficiais da Google, depois de uma compra ter sido realizada através do saldo do smartphone, o utilizador deverá ver o valor descontado ao fim de 15 minutos.

Esta opção está disponível a partir de hoje e até ao final do mês de janeiro, para promover a utilização desta nova funcionalidade, a Vodafone oferece um desconto de 10% em todas as aquisições feitas no Google Play.

Em comunicado a Vodafone Portugal destaca ainda que 80% dos seus clientes móveis e que possuem um smartphone, são utilizadores do sistema operativo Android. De acordo com os resultados financeiros da Vodafone relativos ao terceiro trimestre de 2016, a operadora tinha 4,83 milhões de clientes móveis em Portugal, o que significa que cerca de 3,86 milhões de clientes vão poder tirar partido desta funcionalidade.