A internet veio trazer maior velocidade ao nosso mundo. Atualmente tudo é instantâneo: se está a acontecer é muito provável que esteja a ser partilhado ao segundo no Facebook, no Twitter, no YouTube, no Instagram ou no Snapchat.

Mas o caso do Snapchat é diferente. Se nas restantes redes sociais os conteúdos ficam para a posterioridade, exceto se o utilizador não quiser, no Snapchat tudo é ainda mais fugaz. Além de imediatos, os conteúdos têm uma validade que varia de alguns segundos até 24 horas.




O Say it with a Jack é tudo o que o Snapchat não é. Esta plataforma é uma das centenas de serviços que estão no Web Summit, evento de empreendedorismo que está a decorrer em Lisboa.

Hoje conhecemos o diretor executivo da empresa Jack Media, Michel Tombroff, mas só amanhã é que vamos receber a mensagem que nos enviou. Como assim?Say it with a JackCom a aplicação Say it with a Jack o objetivo é trazer para os dispositivos móveis o sentimento de espera por algo que realmente queremos ver. Na prática é como um serviço de mensagens no qual o utilizador pode definir a data de entrega.

No seu telemóvel Michel Tombroff tinha algumas mensagens que só daqui a 300 dias vão poder ser lidas. É um conceito arriscado, sobretudo sabendo que vivemos numa sociedade de velocidade, mas é justamente este elemento contraditório que torna o Say it with a Jack numa proposta diferenciadora.

O CEO da Jack Media acredita que além de devolver aos utilizadores o gosto pela espera, a plataforma pode ser interessante para os anunciantes. Por exemplo, é fácil de imaginar um canal de televisão a enviar uma mensagem com uma semana de antecedência para alguns utilizadores – essa mensagem pode conter o primeiro trailer da série que tanto gostam. Ou então pode ser uma mensagem com um desconto.

Esperaria por um conteúdo destes? A aplicação já está disponível para Android e iOS.