8   +   6   =  

Com as novas Xbox Series X|S a chegar a marca Norte-Americana continua a revelar informações sobre as novas consolas. Peggy Lo, Compatibility Program Lead na Xbox, usou o Xbox Wire para explicar um pouco mais sobre o processo de retrocompatibilidade nas Xbox Series X|S e como é que a mesma vai funcionar no que toca ao desempenho dos jogos de gerações passadas.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Carregamentos mais baixos, auto HDR, melhores taxas de framerate e gráficos melhorados. Uma forma rápida de descrever as novidades de retrocompatibilidade que a equipa da Xbox trabalhou para conseguir, investido meio milhão de horas a testar jogos, de quatro gerações, para que os mesmos ficassem prontos para a Xbox Series X|S. Tudo isto de forma a garantir que os jogos de gerações passadas mantêm tudo o que o developer queria para o jogo, mas com novas características para que fiquem ainda melhores.

Xbox Series X preço

Mas o resumo é simples de ser feito, vamos explicar parte por parte cada um dos pontos referidos pela Xbox no seu blog oficial

HDR

Com o sistema de Auto HDR das novas Xbox Series X|S, tal como o nome indica, jogos sem HDR vão receber estas melhorias sem qualquer tipo de trabalho por parte da equipa de desenvolvimento, já que o Auto HDR é feito pela consola em si. Para além disso todo o processo não terá custo algum no desempenho do CPU, GPU ou memória e o jogo apresentar-se-á sem qualquer tipo de latência adicional.

Mudanças visuais com Auto HDR // Fonte: Xbox Wire

O dobro da framerate

Prontos para ter alguma da performance da próxima geração em jogos que foram desenvolvidos antes de se falar em próxima geração? Framerate maior e mais estável acabará por dar melhor aspeto aos jogos. Estas melhorias nos jogos são conseguidas, explica a Xbox, através do processador desenhado para a consola, que acaba por permitir que os jogos retirem melhor proveito do CPU, GPU e memória adicional das consolas de nova geração.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Para além disto, a equipa da Xbox que trabalha na retrocompatibilidade desenvolveu novos métodos que colocarão alguns jogos com o dobro da framerate. Aqui, o que podemos receber é, por exemplo, num caso específico de um jogo ter sido desenvolvido com alguma especie de limite tendo em conta o hardware disponível na altura, esse mesmo jogo pode agora usar o hardware das novas Xbox Series X|S e assim melhorar o seu desempenho.

Em baixo podemos ver o vídeo partilhado pela Xbox onde conseguimos ver Fallout 4 a correr a 60fps (em vez de 30fps) na Xbox Series S.

Xbox One S vs Xbox Series S

Todos sabemos que na Xbox One X era possível jogar títulos pensados para 360p ou 720p em 4K devido ao método Heutchy, agora nas Xbox Series X|S este método vai continuar a existir e trará jogos selecionados para a Xbox Series S a 1440p e para a Xbox Series X a 4K. Em baixo conseguimos perceber a diferença de imagem entre a Xbox One S e a Xbox Series S em Fable.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Acabamos o artigo com uma questão, qual será o jogo que vão querer experimentar primeiro na Xbox Series S ou na Xbox Series X? Uma pérola do passado ou algo novo que esteja para chegar com as novas consolas?

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Sem mais artigos