Labyrinth Legend

Labyrinth Legend – Análise

Há rumores de um tesouro dentro do reino de Kanata, rumores esses que se espalham por toda a região. Aventureiros de todo o lado rumam aos lugares labirínticos e perigosos em Kanata à procura do espólio e da glória que esse feito acarreta. Mas um jovem que tenta fazer um nome por ele próprio descobre que assim que entram na aldeia, ninguém pode escapar. Sem escolha, ele tem de descobrir os segredos nos labirintos ou morrer a tentar.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Esta é a sinopse de Labyrinth Legend, um RPG de ação desenvolvido pela Regista Co. / Ltd e lançado pela NIS America e que nos leva a escolher o protagonista da nossa história e classe que representamos. Depois, ao falarmos com os habitantes da aldeia lá percebemos que todos os que entraram, nunca mais voltaram.

.

Mapas simples, mas encorajam exploração

Os mapas de cada localização dos labirintos são divididos em cinco áreas e um boss final. Em cada área temos de descobrir uma chave que está protegida por um de muitos monstros que aguardam a sua vez para nos levar desta para melhor. Assim que conseguimos ter a chave entramos no portal e seguimos para o próximo andar. O nível de dificuldade aumenta bastante quando encontramos grupos grandes de inimigos e alguns de elite, que apresentam mais desafio e ataques mais devastadores.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Cada novo nível e os seus bosses trazem padrões de ataque mais desafiantes para nós, e aplaudimos a variedade que o jogo traz, ao contrário dos inimigos normais que encontramos, que em algumas alturas são apenas variações de outros.

Podemos escolher uma de três classes, feiticeiro, lutador e rogue. Comecei com o lutador, e temos toda uma oferta no loot de espadas, lanças, arcos para apanhar na nossa aventura. Dando outro exemplo, o feiticeiro tem para apanhar ao longo do caminho, diversas varinhas mágicas em que cada uma cria um feitiço diferente e retira diferentes quantidade de vida aos inimigos. Não só podemos escolher a classe, mas também a dificuldade em que queremos jogar. Existe um modo casual, normal e difícil.

RPG quase puro

Labyrinth Legend é rápido e muito divertido para quem tem um gostinho especial pelo género. Temos muita escolha em como abordar os mapas já que temos muitas armas, magias, armaduras, anéis e upgrades à escolha, e cada um com os seus atributos. Cada nível é um pequeno labirinto que nos dá liberdade de escolha para onde ir, até encontrar a maldita chave que abre o caminho. De andar para andar o mapa fica maior, mais difícil, mas também encontramos mais e melhor loot. A isto acresce que com a experiência ganha a limpar os mapas de monstros, subimos de nível podendo assim receber equipamentos com mais atributos, tudo para nos preparar para os bosses e hordas de criaturas.

Labyrinth Legend 5

De arma em riste!

Labyrinth Legend traz-nos uma arte gráfica simples, muito old school mas não é em seu detrimento. O jogo é colorido, bonito e encaixa muito bem na jogabilidade. Rapidamente entramos no jeito que o inimigo nos aborda, porque ao atacar há um sinal visual e podemos bloquear ou parry no momento certo, deixando-os estáticos por um segundo. Temos de ter estes movimentos em conta ao encontrar vários monstros porque será a única maneira de nos defendermos e termos chance de progressão. A jogabilidade com várias armas e feitiços é muito simples, mas eficaz e não tive qualquer problema em avançar nos mapas e entender como funcionavam todas as mecânicas. Existe um tutorial, mas muito simples que apenas pretende iniciar o jogador no mundo de Kanata.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Já na parte sonora, é tudo muito entediante. Os efeitos sonoros são simples e a música é extremamente repetitiva. Passado umas horas a jogar, comecei a ouvir os meus podcasts e simplesmente tirei o som.

Considerações finais

Labyrinth Legend é divertido, mas não tem muito conteúdo. Se tivesse havido mais esforço a construir mapas mais consistentes com mais diversidade, seria um vício completo. Para quem gosta de dungeon crawling este é o jogo perfeito, mas é muito repetitivo e sente-se a falta de variedade. A história não é apelativa, mas o que me agarrou foi a exploração, mesmo que nada por aí além, a jogabilidade e o loot.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Outro ponto positivo para mim, são os bosses de final de nível, variados, com bons ataques e difíceis se não estivermos com umas stats aceitáveis, que nos apetece repetir o encontro imediatamente assim que morremos.

Clica na imagem para mais informação sobre as nossas classificações

Labyrinth Legend é um título que me surpreendeu de início pela positiva, mas não progride na melhor maneira.


+ Jogabilidade e exploração
+ Bosses com boa curva de progressão

– Toda a parte sonora é fraca
– Repetitivo, desde a jogabilidade aos inimigos

N.R.: A análise a Labyrinth Legend foi realizada numa Nintendo Switch com acesso a uma cópia do jogo gentilmente cedida pela NIS AMERICA

O Future Behind em "Dark Mode"