TEKKEN8 00

Tekken 8 – Análise

Quando se fala em jogos de luta, existem vários nomes que são globalmente associados a esse género, não só pelos peritos e entusiastas mas também por aqueles que não costumam jogar. Um desses nomes é Tekken, desenvolvido pela atual Bandai Namco e que conta com praticamente 30 anos de existência.

Desde o seu lançamento original em 1994, conta com uma vasta biblioteca de títulos, assim como filmes e séries e até bandas desenhadas, sendo geralmente bem aclamado. Os seus títulos principais, eram sempre lançados numa versão para Arcade, sendo posteriormente lançado nas restantes plataformas, tal como aconteceu com o título Tekken 7.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Com quase 10 anos após o seu lançamento inicial para Arcade, foi substituído a 26 de janeiro do presente ano pelo novo título, Tekken 8. Contudo, este novo título não teve o tradicional tratamento de Arcade, tendo sido lançado para Playstation 5Xbox Series e PC. Dado o sucesso da sua versão anterior, o número oito tem uma elevada fasquia a atingir. Será que esta versão consegue colocar-nos Knocked Out de espanto ou será um soco no estômago para os fãs?

Onde comprar:

Uma nova era

Tekken 8 é a nova iteração dos jogos de luta da saga Tekken, sendo lançado quase 10 anos depois da primeira aparição do seu antecessor. Tendo sido sempre conhecido como um dos jogos de luta com um maior conjunto de movimentos, torna-se um jogo com alguma complexidade de aprendizagem, o que poderia afastar os mais inexperientes ou interessados. No entanto, este novo título conta com algumas novidades a fim de se tornar mais amigável.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O seu generoso roster de personagens, além de contar com muitas caras familiares, incluí três novas personagens, Victor Chevalier uma lenda viva capaz de deferir ataques extremamente rápidos, a energética Azucena, com um estilo de luta bastante peculiar focado em desviar, e a Reina, uma misteriosa personagem que parece ter alguma ligação com a família Mishima.

Como é que ataco?

A nível de jogabilidade, a base de Tekken 8 é semelhante à de títulos passados, onde o jogador pode executar quatro ações, associadas a cada um dos membros das personagens o que, combinando com os controlos direcionais permitem realizar combinações para derrotar o oponente. Os ataques realizados podem ser HighMedium ou Low, indicando que parte do corpo estão a tentar atingir, sendo possível bloquear os mesmos com a técnica apropriada.

Além de atacar, contamos com combinações para grabs, onde é possível agarrar o oponente, mesmo que esteja a defender. No entanto, é possível também fazer um Power Crush, uma técnica introduzida no Tekken 7, que além de conseguir reduzir parte do dano que se está a receber é possível executar um poderoso contra-ataque ao oponente.

Não sendo novidade para os mais experientes, para evitar esses bloqueios e contra-ataques, é esperado que o jogador consiga executar um golpe que coloque o oponente no ar, colocando-o num estado vulnerável, a fim de conectar com a maior combinação possível para dar o maior dano possível.

Isto é tão complicado…

Todas estas técnicas e combinações fazem parte do coração do jogo, exigindo normalmente várias horas de treino para se conseguir executar tudo na perfeição. Apesar de ser algo que cative aqueles que gostam de desafios, acaba por ser um entrave para os menos experientes que ou não sabem ainda como fazer essas execuções, ou mesmo para aqueles que não querem aprofundar a técnica mas que gostariam de se divertir na mesma.

A pensar nisso, existe um o novo Special Mode, um modo que substitui os quatro botões de ataque por ações definidas. Por exemplo, em vez de memorizar uma dezena de inputs para um combo aéreo, o mesmo poderá ser conseguido com um botão e alguns inputs direcionais. Ou um grab simples poderá ser conseguido com a mesma simplicidade.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Apesar do Special Mode simplificar a quantidade de combinações possíveis, tem um conjunto suficiente de possibilidades para permitir que o jogador tenha alguma agência no que está a executar, sendo sempre a vitória ditada pela eficiência do jogador. Além disso, este modo pode ser ativado ou desativado livremente durante o combate, sendo apresentadas no ecrã as diferentes combinações possíveis. Isto dá liberdade ao jogador de dinamicamente escolher o modo que pretende jogar em vez de ter de selecionar e ficar com um modo específico.

Feel the Heat!

Uma nova mecânica introduzida no Tekken 8 é o sistema de Heat. Cada jogador começa com uma barra de Heat, podendo esta ser ativada a qualquer momento do jogo. Quando isso acontece, a personagem fica mais forte, sendo que os seus ataques além de provocarem mais dano também provocam dano mesmo sendo bloqueados.

A barra vai reduzindo após a sua ativação, e não pode ser recuperada até ao final da ronda, exigindo que o jogador pense bem quando a deverá usar. Além disso, é possível gastar de imediato o que sobra da barra para realizar um ataque mais poderoso. Ao contrário da Rage Arts, o poderoso ataque que é possível executar quando a barra de vida está no limite, um Heat Attack pode ser executado a qualquer altura.


Isto cria um novo nível de estratégia ao jogador, permitindo que este possa tanto dar o seu máximo logo ao início do combate, tentando apanhar o seu oponente de surpresa e desferindo o maior número de golpes, ou então guardar esse ataque mais para o final de forma a tentar virar a maré caso seja necessário.

A vida vai e vem?

Uma outra alteração diz respeito à gestão da barra de vida. Quando recebemos um golpe ou estamos a bloquear ataques de um jogador que acabou de ativar a sua barra de Heat, a barra de vida reduz mas não na sua totalidade. Existe uma parte da barra que pode ser recuperada, no entanto essa recuperação tem de ser feita de forma ativa, ou seja, atacando o oponente de volta.

Esta pequena alteração faz com que o jogador que tome uma postura um pouco mais agressiva acabe por ser recompensado, dado que os jogadores mais defensivos acabam por não conseguir recuperar essa parte da barra.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Que saudades do Arcade

Como seria de esperar, Tekken 8 conta com os tradicionais modos de jogo onde é possível jogar contra o computador ou outros jogadores, seja em modo online ou offline. No modo de história, temos a possibilidade de rever os acontecimentos desde o primeiro Tekken, continuando a história de Jin e do seu confronto com o seu pai, Kazuya, que cria um torneio onde as nações que perderem serão subjugadas ao seu controlo.

A história, apesar de não ser uma obra literária é interessante, dando algum tempo de antena a todas as personagens e introduzindo algumas surpresas para o final. As transições entre a animação e o combate são bem executadas, apesar de ser algo notório quando estas acontecem. Contudo, não é algo que quebre a imersão de forma drástica, sendo possível de aproveitar toda a história sem qualquer frustração.


Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Além do modo de história, existem as histórias de personagens em Character Adventure, um conjunto de cinco combates que contam a saga de cada uma das personagens. Já sendo tradição nos jogos Tekken, muitas destas histórias devem ser vistas quase como finais alternativos, sendo muitos deles algo absurdos mas sempre bastante divertidos.

Finalmente, existe um novo modo de jogo chamado Arcade Quest. Aqui não seguimos a história de nenhuma personagem mas sim de um avatar nosso, que está a entrar no mundo dos jogos de luta. Seremos guiados pelo nosso amigo Max que nos irá ensinar todas as mecânicas e técnicas de jogos de luta, e onde teremos outras personagens em locais de Arcade que iremos desafiar, não só para aplicarmos aquilo que aprendemos, mas também para subir o nosso rank e desbloquear itens cosméticos para o nosso avatar e para as personagens do jogo.

Este modo é capaz de ser uma das melhores adições que foram feitas nos jogos Tekken, criando um excelente ponto de entrada para aqueles que querem aprender um pouco mais sobre o jogo, simulando o ambiente que antigamente se tinha nestes locais.


Aprender com fantasmas?

Conforme a história no Arcade Quest vai avançando, é possível desbloquear o modo Super Ghost Battle. Neste modo, temos a possibilidade treinar um ghost ou uma Inteligência Artificial (o termo da moda), que irá aprender a lutar com base no nosso estilo de jogo.

Este ghost irá replicar de forma bastante próxima o modo de jogar de um jogador humano, tendo a possibilidade de se tornar bastante difícil. Estes ghosts podem depois ser enviados e descarregados entre jogadores, permitindo ter uma experiência próxima de uma batalha online mas sem os inconvenientes desse modo. Adicionalmente, existem já alguns ghosts treinados no jogo, de vários níveis, que garantem um verdadeiro desafio.

Uma das melhores aplicabilidades desta ferramenta é para aqueles mais dedicados que querem melhorar o seu modo de jogo. Treinando especificamente um ghost seu, este vai acabar por aprender a contra-atacar os vícios de jogo do jogador, ajudando-o a treinar a sua adaptabilidade.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

No entanto, o Super Ghost Battle não é o único modo que permite aos jogadores aprenderem e a superar o seu nível. O modo de Replay também teve uma melhoria considerável.

Agora, além de ser possível rever batalhas passadas, o sistema de Replay é capaz de sugerir qual seria o melhor ataque para uma determinada situação. Além disso, existe a capacidade de continuar o combate a partir de um determinado replay, quase como se se estivesse a estudar jogadas de Xadrez. Isto permite que o jogador estude os seus combates e experimente com diferentes estratégias.


Quero jogar com estilo!

Claro que Tekken não seria Tekken se não tivesse a possibilidade de personalizar a nossa personagem favorita. Além de ser possível alterar os cortes de cabelo, cor e pinturas faciais, é possível também alterar as roupas, auras e o efeito dos golpes.

Estas alterações preenchem um espectro que consegue satisfazer o gosto da maioria. Para aqueles mais tradicionais, é possível colocar as roupas de um determinado estilo, ou até mesmo replicando o aspeto que a personagem tinha em jogos anteriores. No entanto, para os mais alternativos continua a possibilidade de criar as personagens mais absurdas, como por exemplo, ter o mortífero e sério Dragunov com a cabeça de torrada.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Além das personalizações estéticas, contamos ainda o a Jukebox, que incluí as músicas de todos os jogos da série. Além disso, podemos personalizar em que cenário ou menu queremos ouvir uma determinada música. Ou então, para os que gostam do imprevisto, podem colocar a música sempre aleatória.


Considerações Finais

É inegável que Tekken 8 é uma clara evolução da série, que conseguiu não só adicionar novas mecânicas e ferramentas para os veteranos, mas também criar um fantástico nível de entrada para os novatos e menos experientes.

O novo sistema de Replay e o Super Ghost Battle são novas ferramentas de estudo que permitem aos mais dedicados aprender mais e a desafiarem-se a si próprios.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Special Mode torna o ponto de entrada para os novatos menos custoso e o novo sistema de Heat ajuda a criar um novo nível de estratégia, permitindo que um bom jogador consiga virar a balança para o outro lado.


O novo motor gráfico, os cenários vibrantes e o novo foco num jogo mais agressivo, fazem com que este novo Tekken pareça mais fluído e rápido, existindo sempre uma boa quantidade de adrenalina em cada combate.

Tekken 8 é claramente um jogo obrigatório para todos os amantes de jogos de luta e que, independentemente da forma como preferem jogar, terão horas de diversão garantida.

nota 5 recomendado


+ Nova mecânica de Heat cria um novo nível de estratégia.
+ Special Mode reduz o nível de entrada sem reduzir à qualidade do jogo.
+ Novo sistema de Replay e Super Ghost Battles são ferramentas incríveis de aprendizagem.

– Transições na história notória.

N.R.: A análise a Tekken 8 foi realizada numa Playstation 5 com acesso a um cópia do jogo disponibilizada pela Bandai Portugal

Este artigo contém links que podem levar o Future Behind a ganhar uma pequena comissão