Google Stadia Portugal

Adeus Stadia. Foi giro conhecer-te

Chegou em 2019 e prometia, dependendo da conexão usada pelo jogador, experiências a 4K sem necessidade de uma consola. Apenas um web browser ou um Google Chromecast 4K. A Portugal chegou em 2020 e o Future Behind esteve entre o grupo de convidados a experimentar a tecnologia da Google na sua chegada a território nacional. Agora o seu fim foi anunciado: Google Stadia ficará ativo para os jogadores até 18 de janeiro de 2023, depois disso adeus Stadia.

Numa altura em que os modelos de subscrição são cada vez mais, a aposta da Google para o seu Stadia passou pela oferta de um serviço gratuito, mas bastante limitado, e uma oferta premium com alguns jogos gratuitos oferecidos todos os meses, mas onde os principais títulos tinham que ser adquiridos a preço de consola.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

A oferta não foi a melhor, os jogadores não levaram a aposta a sério. Os sinais eram obvios, passados poucos meses o estúdio 1st party fechava e o desenvolvimento de jogos exclusivos para o serviço parava. Mas eu continuava a teimar, o Stadia merece sobreviver. A tecnologia é fantástica e leva os jogos a quem os quer jogar… no entanto, a minha teimosia de nada valeu. Agora é oficial, está na hora de dizer adeus ao Google Stadia, explicou a Google em comunicado.

Como forma de salvar a tecnologia, que tanto merece, no mesmo comunicado a empresa explica ainda que “a tecnologia do Stadia continuará a ser usada, não só no YouTube ou em aplicações AR“, mas também por parceiros da Google que têm a mesma visão que a empresa em relação ao futuro do gaming. Sobre os videojogos a Google diz, em comunicado que “continuam dedicados ao gaming e que continuarão a investir em novas ferramentas, tecnologias e plataformas para ajudar developers, parceiros da indústria, clientes cloud e criadores de conteúdo“.

A marca explica ainda que o valor de jogos e hardware comprados será devolvidos ao jogadores até janeiro de 2023.

Adeus Stadia. Foi giro conhecer-te. Caso queiram saber como recebi o Stadia, a análise está aqui.

O trailer de lançamento, uma última vez.

O Future Behind em "Dark Mode"