Razer Basilisk v3 00

Razer Basilisk v3 – Análise

Para os nossos leitores mais assíduos, não será surpresa quando dizemos que um dos periféricos mais importantes para qualquer jogador de computador é o rato. Enquanto que o teclado tem a possibilidade de interpretar um monte de comandos, só uma pequena fração do mesmo é que costuma ser utilizada durante as longas sessões de jogo. Contudo, o rato é a peça que interpreta a verdadeira agilidade do jogador, tanto no movimento como na interação.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

As diferentes empresas que desenvolvem periféricos vão criando diferentes estilos de rato a fim de preencher diferentes necessidades, seja a nível de portabilidade, conforto ou versatilidade. Uma das empresas que mais dedica no desenvolvimento de ratos é a Razer, tendo já apresentado ratos surpreendentemente leves e ágeis, como ratos incrivelmente versáteis e cheios de possibilidades. Com os diferentes modelos que vão sendo lançados, a Razer tem ganho experiência e melhorado os seus modelos com novas iterações, tendo lançado neste mês a terceira iteração de um dos seus ratos mais populares, o Razer Basilisk.

.

Características Razer Basilisk v3

Razer

Razer Basilisk v3 

| Tipo de rato | Dextro |

| Conectividade| Cabo USB Razer Speedflex |

| Chroma RGB| Sim (11 zonas programáveis)|

| Tipo de sensor |Ótico|

| Sensitividade máxima| 26000 DPI|

| Velocidade Máxima | 650 IPS |

| Aceleração máxima | 50 G |

| 11 Botões programáveis |

| Interruptor Ótico da Razer (2ª Gen) |

| Nº de perfis | 5 na memória interna |

| Tipo de Roda | Razer HyperScroll de 4 direções |

| Resposta da Roda | Tátil e Livre (possível de alterar) |

| Dimensões | 130mm x 60mm x 42.5mm |

| Peso | 101g |

| P.v.P. | €79.99 |

Razer Basilisk v3 é a terceira iteração deste popular rato de gaming, oferecendo uma enorme versatilidade tanto para jogos como para produtividade. Os seus 11 botões programáveis permitem configurar um vasto conjunto de opções. Aliado à sua capacidade de memorizar essas configurações, é possível ter layouts de utilização tanto para diversos jogos como atividades de produtividade.

Razer Basilisk v3 01

A sua roda de tecnologia inovadora oferece dois estilos de scrolling, um mais táctil e outro mais fluído. Estes modos podem ser alterados com um dos botões programáveis ou automaticamente, tendo a capacidade de detetar quando está a ser feito um scroll mais longo e ativando o modo mais fluído. Adicionalmente, a roda tem um tilt lateral, funcionando como dois botões extra que podem ser utilizados tanto como macros adicionais ou para fazer scroll lateral.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Além do seu formato dextro bastante ergonómico, o Razer Basilisk v3 utiliza um sensor ótico de elevada precisão, oferecendo uma sensitividade máxima de 26.000 DPI garantindo que todos os pequenos movimentos serão registados. Os seus interruptores de elevada atuação garantem um tempo de resposta de 0.2ms e uma durabilidade de cerca de 70 milhões de cliques.

Sendo um produto Razer, tem incluído o popular e divertido sistema Chroma RGB, tendo 11 zonas de iluminação programáveis com um vasto conjunto de efeitos. Através do software integrado, poderão ser alterados para se adequarem ao jogo onde esteja a ser utilizado ou para se adaptar ao setup onde esteja, tendo um total de 16.8 milhões de cores para serem escolhidas.

Razer Basilisk v3 02

Opinião

Razer Basilisk v3 é a nova iteração de um dos ratos mais populares da marca, encontrando-se na gama de periféricos que além de serem eficientes pretendem ser também versáteis. É claro que a sua principal função é ser utilizado para gaming, sendo possível programar um enorme conjunto de botões para as mais diversas funções. Além dos tradicionais três botões que a maioria dos ratos utilizam, a sua roda de scroll tem ainda dois adicionais que permitem que esta seja empurrada para a esquerda ou direita para os ativar, dois extra abaixo dessa mesma roda e três botões ao alcance do polegar direito. Na parte inferior do rato existe um outro botão que, apesar de menos acessível é também possível de ser programado, sendo mais adequado para alterar o layout de configuração, esquema de Chroma RGB ou sensibilidade do rato.

De uma forma semelhante ao Razer Naga Pro, esta possibilidade de configuração é o que torna este rato incrivelmente versátil. Mesmo que muitos achem que não iriam tirar proveito destes botões, no momento que os comecem a utilizar, torna-se bastante difícil voltar a um rato mais tradicional. E enquanto que se poderá achar que as macros só são úteis para jogos, a verdade é que não existe limite para o que cada botão pode fazer.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Nos dias de hoje tornou-se bastante popular o uso de software de video-conferência. Assim, porque não utilizar os diversos botões disponíveis na palma da nossa mão para controlar as chamadas, seja para controlar volume, o ativar/desativar da câmara ou microfone ou até para iniciar uma partilha de ecrã? Ou para quem trabalha muito com folhas de cálculo, porque não configurar os atalhos de teclado que mais usa para cada um dos botões? E para os utilizadores mais audazes, porque não criar os seus próprios scripts para serem executados com o toque de um botão? Esta é uma das forças deste fantástico equipamento.

Razer Basilisk v3 03

No entanto, não são só os diversos botões programáveis a dar versatilidade ao periférico, mas também a sua roda de scroll. Além de ter dois botões laterais tal como nos modelos mais avançados, a própria aceleração da roda pode ser ajustada, seja a pedido ou automaticamente. No seu modo normal, comporta-se como a maioria das rodas de rato, oferecendo a sensação tátil de estar a ser rodada e oferecendo algum atrito para evitar scrolls acidentais. No seu modo livre o movimento da roda é bastante fluído, oferecendo uma experiência de scroll que se assemelha a um touchscreen. Tendo a função automática ativada, o rato deteta quando está a ser feito um scroll mais intenso, mudando o modo de clássico para livre durante um curto período de tempo. Apesar de ser questionável a utilidade desta função, é sem dúvida uma inovação interessante que aumenta a versatilidade da sua utilização.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Ao nível de conforto, o Razer Basilisk v3  é bastante confortável o que, aliado à sua alta sensibilidade permite largas horas de uso sem gerar qualquer tipo de cansaço no pulso. Aliado ao material que é utilizado nos seus suportes inferiores, tornam a sua utilização bastante agradável em qualquer situação. No entanto, a opção de criar o rato com este formato ergonómico não irá beneficiar os utilizadores esquerdinos, que terão de optar por um outro tipo de rato.

Considerações Finais

Razer Basilisk v3 é um dos produtos mais sólidos que a Razer já nos apresentou. Mesmo não oferecendo funções incrivelmente elaborados que permitem alterar todos os aspetos do periférico, é um fantástico equilíbrio entre performance, preço e versatilidade. A inclusão do sistema Chroma RGB permite também personalizar o periférico para qualquer setup ou até estado de espírito, com cores fortes e vibrantes e também um vasto conjunto de opções de personalização.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Tudo aquilo que oferece é de extrema qualidade e funciona incrivelmente bem o que, aliado ao seu conforto, garante que poderá ser utilizado para qualquer atividade desde os jogos mais intensos até às atividades mais calmas. Além disso, a possibilidade de programar os seus diversos botões com qualquer função pretendida, faz com que o Razer Basilisk v3 se adeque a qualquer utilizador, tornando-o numa escolha acertada.

rating recomendado

N.R.: A análise ao Razer Basilisk v3 foi realizada com acesso a uma unidade do produto gentilmente disponibilizada pela Razer Espanha.

O Future Behind em "Dark Mode"