É uma luta constante para qualquer empresa no sector dos pagamentos digitais: como criar inovação que seja acessível, intuitiva e segura ao mesmo tempo? Encontrar o ponto de equilíbrio entre três tópicos pode não resultar instantaneamente num produto de sucesso, mas pelo menos cria as condições para que isso possa acontecer.

Passaram sensivelmente dois meses desde que a SIBS acrescentou uma nova funcionalidade ao MBWay, a sua aplicação de pagamentos digitais – levantar dinheiro num Multibanco sem necessidade de ter um cartão bancário consigo e recorrendo apenas ao smartphone.

Siga o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Ao longo destas semanas houve algumas questões que nos ficaram na cabeça, sobretudo relacionadas com o nível de facilidade de utilização deste sistema. Num país onde ainda há pessoas que têm dificuldade em usar um cartão bancário, usar o smartphone para fazer levantamentos representa uma curva de aprendizagem muito grande?

Foi isso que tentámos perceber e é isso que partilhamos nos parágrafos seguintes.

Como levantar dinheiro com o MBWay?

A SIBS merece uma palavra de reconhecimento pela forma como conseguiu desenvolver este sistema e manteve a curva de aprendizagem relativamente baixa. Levantar dinheiro no Multibanco com um smartphone é um processo bastante simples de executar.

Basta abrir a aplicação MBWay, selecionar a opção ‘Levantar dinheiro’, selecionar o montante que deseja levantar, validar com o código PIN e dirigir-se ao Multibanco mais próximo. Quando já estiver no Multibanco, pressione a tecla Continuar [tecla verde] durante um segundo e ser-lhe-á mostrado um campo onde pode introduzir um código com dez números.

MBWay levantamento multibanco

 

Este código foi gerado pela aplicação depois de dizer quanto dinheiro quer levantar. Introduza o código, confirme a informação e a máquina vai automaticamente processar o seu pedido. Sai o dinheiro, sai o talão e só não sai o cartão porque não chegou a usá-lo.

Ainda a máquina está a processar o levantamento e já o utilizador está a receber no smartphone uma indicação de que o levantamento foi feito com sucesso.

MBWay levantamento multibanco
Reforçamos uma vez mais a simplicidade do processo e destacamos também o carácter de segurança. O código gerado pelo smartphone só é válido no espaço de 30 minutos, o que limita a ação em caso de acesso indevido ao equipamento do utilizador.

Houve um elemento no entanto que não nos pareceu muito intuititvo. Mesmo depois de termos o dinheiro connosco, o tempo restante dos 30 minutos dados pela aplicação continua a contar. Regressámos ao multibanco e usámos o mesmo código para saber se dentro desse período estaria válido para múltiplas utilizações, algo que não acontece.

O facto de o temporazidor não parar imediatamente após o levantamento pode causar alguma sensação de desconforto, sobretudo nos utilizadores que testam o sistema pela primeira vez. Será que já está tudo feito? A notificação diz que sim, mas o contador parece indicar algo completamente diferente.

De destacar que é sempre necessário introduzir o código de segurança definido inicialmente no MBWay após selecionar o valor que pretende levantar – é uma ‘porta’ de segurança que evita a utilização desta funcionalidade em caso de extravio ou acesso indevido ao smartphone.

Dada a experiência que tivemos ao fazer um levantamento de dinheiro através do MBWay parece-nos claro que a SIBS acertou na questão de “criar inovação que seja acessível, intuitiva e segura ao mesmo tempo”.

O levantamento de dinheiro com o MBWay funciona em todas as caixas da rede Multibanco

Uma pessoa que tenha um smartphone, mesmo não sendo muito versada em tecnologia, conseguirá sem grande dificuldade perceber todo este processo numa primeira tentativa. Além de simples, os poucos passos são detalhados pela aplicação. Só há um ‘problema’ no meio desta questão: o processo de ativação do MBWay.

Para que seja possível usar a aplicação e todas as suas funcionalidades – transferir dinheiro, gerar cartão MBNet ou pagar compras em vendedores que suportam o sistema – é necessário primeiro ativar a aplicação através do Multibanco.

O processo também é relativamente simples, mas acaba por ser uma primeira camada de configuração que as pessoas terão de ultrapassar. Pode sempre pedir ajuda no seu banco ou a algum familiar para ajudá-lo a configurar a aplicação MBWay no seu smartphone, sendo que este é, na nossa opinião, o processo que pode levantar mais entraves sobretudo junto da população menos versada em tecnologia.

Depois da ativação em Multibanco segue-se a instalação da app, a configuração da mesma e só depois é que está preparada para tudo o resto.

Desmaterialização do cartão

Depois de usarmos o sistema de levantamento de dinheiro disponibilizado pelo MBWay parece-nos claro que as previsões de que os cartões bancários têm os dias contados são, nesta fase, manifestamente exagerados.

Apesar de nos proporcionar uma experiência desmaterializada do cartão bancário, continua a ser necessário ter um cartão bancário para conseguir configurar o MBWay. É uma forma segura e rápida de o sistema conseguir identificar quem é quem, o que dispensa processos de registo na aplicação propriamente dita.

O MBWay já tem 135 mil utilizadores ativos

O cartão físico enquanto elemento que está sempre na nossa carteira muito provavelmente vai continuar a existir nos próximos cinco anos. A questão é que as saídas que os cartões vão fazer das carteiras vão ser cada vez em menor número – o smartphone, o smartwatch ou outros gadgets que possam surgir nos próximos tempos vão assumir esta função, ainda que tenham sempre o cartão como referência para os dados do utilizador.

A SIBS agora só precisa de transformar o MBWay no verdadeiro Multibanco de bolso, isto é, continuar a dar à aplicação mais funcionalidades que vão aos poucos puxando mais utilizadores para este sistema. A facilidade e a conveniência de utilização estão lá, resta agora esperar que a app continue a ser reforçada com novas ferramentas na área dos pagamentos digitais.

Sem mais artigos