Razer Viper V2 Pro

Razer Viper V2 Pro – Análise

Em setembro de 2020 falamos do Razer Viper, um rato que foi especificamente desenhado com leveza e velocidade em mente, com uma construção focada na eficiência, permitindo que tivesse um incrível peso de 69 g. Agora, passados alguns anos a Razer decidiu lançar o Razer Viper V2 Pro, um novo modelo da linha Viper que pretende elevar o nível, oferecendo mais eficiência, com tecnologia sem fios e ainda mais leve e sem qualquer tipo de compromissos.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram 

Será que é possível atingir isso? Ou teve a Razer de abdicar de alguma coisa para atingir o verdadeiro nível da velocidade?

.

Principais características do Razer Viper V2 Pro

FormatoDestro
Tamanho126.7mm x 57.6 mm x 37.8 mm
Peso58 g
ConectividadeRazer HyperSpeed Wireless ou cabo Speedflex Cable
CaboRazer Speedflex USB Tipo-C
BateriaAté 80 horas
Sistema RGBNão
SensorÓtico Focus Pro 30K
Sensibilidade máxima30.000 DPI
Velocidade máxima750 IPS
Aceleração máxima70 G
Botões programáveis5
Tipo de botõesInterruptores Óticos de 3º Gen.
P.V.P.:€159,99

A experiência com o Razer Viper V2 Pro

A linha Razer Viper tem como principal objectivo oferecer um excelente desempenho, com uma elevada sensibilidade, para permitir que os seus utilizadores consigam atingir a maior velocidade possível enquanto o usam.

Quando analisei o Viper em 2020, algo que nos foi surpreendente foi o facto de a Razer ter conseguido criar um rato incrivelmente leve sem criar uma sensação de “barato” e sem comprometer a sua precisão, uma experiência bastante surpreendente na altura. Com as suas 69g, 16.000 DPI e um desenho ambidextro, era sem dúvida um fantástico rato para quem se preocupa com eficiência.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram 

Agora, com esta segunda versão, na sua categoria “Pro”, a Razer conseguiu elevar um pouco mais a fasquia de algo que já se achava muito difícil. Esta nova versão tem agora uns surpreendentes 58g de peso e com conta com a sensibilidade quase duplicada, permitindo movimentos ainda mais rápidos e precisos. Isto implica também que o utilizador terá também de ser ainda mais ágeis com os seus movimentos de pulso, algo que os jogadores mais sérios já estarão habituados.

Contudo, foram feitas algumas mudanças, umas positivas e outras menos positivas: começando pelas positivas, o Razer Viper v2 Pro tem agora a possibilidade de ser utilizado em modo sem fios recorrendo à tecnologia Razer HyperSpeed, também presente noutros modelos, que garante uma latência tão baixa que é indistinguível da utilização por cabo. No entanto, para aqueles que não acreditem na tecnologia sem fios ou querem apenas a garantia máxima de que não irá ocorrer qualquer tipo de falha durante a sua sessão, existe também a possibilidade de utilizar o novo Viper recorrendo ao cabo de carregamento que vem incluído. Algo que só recomendo para as verdadeiras sessões, aquelas mesmo importantes, caso contrário o melhor será tirar proveito da tecnologia incluída no rato.

Outra característica positiva e igualmente surpreendente, é o facto da bateria incluída permitir atingir até 80 horas de utilização, dado que todos sabemos que equipamentos mais leves costumam ter baterias mais pequenas. Mas claro, parte do motivo da bateria durar tanto deve-se em parte a um “sacrifício” que poderá ser considerado um facto negativo para uns e indiferente para outros, sendo ele a ausência da tecnologia ChromaRGB neste modelo. Apesar de não ser algo que impeça o funcionamento do dispositivo, é um factor bastante valorizado por aqueles que queiram ter um “setup” totalmente colorido. Um outro compromisso é a inexistência da possibilidade de utilizar a tecnologia Bluetooth. Este elemento terá sido removido pela impossibilidade da Razer de garantir a melhor performance possível, dependendo dos drivers que estarão instalados no equipamento onde está a ser utilizado.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram 

Por fim, outro elemento que pode ser considerado um ponto negativo é o facto de o formato do rato ter sido alterado de totalmente ambidextro para simplesmente destro, apesar de manter o seu aspecto da versão mais antiga. Adicionalmente, conta com dois botões extra de lado, tendo perdido os dois botões do lado direito, presentes no antigo formato ambidextro.

Na caixa, além do rato em si, está incluído o cabo de carregamento/ligação, o receptor HyperSpeed Wireless e ainda pequenas borrachas aderentes, que podem ser colocadas no Razer Viper v2 Pro, caso o utilizador necessite de um pouco mais de atrito para conseguir domar a sua velocidade. Infelizmente, o rato não tem a hipótese de guardar o receptor de forma segura na eventualidade de o querer usar como rato de transporte.

rating recomendado

Considerações Finais

A Razer tentou superar a performance e velocidade do Viper, comprometendo-se a atingir aquilo estritamente necessário. O Razer Viper v2 Pro entregou efectivamente isso, com um peso mais leve, uma maior sensibilidade e uma latência praticamente inexistente utilizando a tecnologia sem fios, HyperSpeed.

Contudo, o foco no desempenho acabou por obrigar a empresa de dispositivos a fazer escolhas que podem ser menos óptimas para certos utilizadores. A impossibilidade de utilizar tecnologia Bluetooth torna o rato menos versátil para quem não queira usar o receptor HyperSpeed, agravado ainda pela inexistência de um local para guardar o receptor, no caso dos utilizadores que queiram utilizar o rato on-the-go. Adicionalmente, a inexistência de ChromaRGB, enquanto que simplesmente estético, é um menos para quem tenha “estilo” em mente e lhe dê tanta importância como dá ao desempenho.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram 

Mesmo com alguns pontos menos negativos, nada disto tira mérito ao que o Razer Viper v2 Pro se comprometeu a fazer. É um rato que pensa unicamente e a todo o custo no alto desempenho e precisão.

patreon
O Future Behind em "Dark Mode"