Let's Sing ABBA

Let’s Sing ABBA – Análise

Há três certezas na vida: a morte, os impostos e a saga Let’s Sing não mudar absolutamente nada entre edições. Recordam-se de Let’s Sing 2022, que testámos o ano passado? Este ano, passamos os olhos pela edição especial dos ABBA para perceber se, de facto, esta certeza confirma-se.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram


Let’s Sing ABBA, you and I know…

E de facto, Let’s Sing ABBA não surpreende: é exatamente o mesmo jogo que Let’s Sing 2022 e 2021. A UI é a mesma, os modos de jogo repetem-se.

Têm o modo Lenda, com desafios específicos contra avatares um bocadinho parecidos com os membros dos ABBA, o modo Clássico para cantarem qualquer uma das canções com até quatro jogadores, o modo Feat. para jogarem duetos que a AI do jogo proporciona consoante o vosso tom e afinação, o modo Mixtape para cantarem pedacinhos dos maiores êxitos, o World Contest para poderem colocar o vosso timbre à prova em rankings online e ainda o modo Let’s Party, para juntarem até 8 amigos para se digladiarem em modo equipa.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

O grande chamariz desta versão é a banda que lhe dá o nome. Os ABBA são uma das bandas pop mais constantes na cultura vigente e atravessam inúmeras gerações. O ressurgimento de alguns dos seus temas no TikTok (a Chiquitita, por exemplo, foi um dos sons mais populares em 2022) é prova disso mesmo.

lsa ss 1

E caso sejam fãs assumidos ou apreciadores tímidos, não se preocupem: a playlist é abrangente o suficiente para juntar, ao mesmo tempo, alguns dos maiores clássicos da banda como Super Trouper, Waterloo ou Dancing Queen, a temas do álbum de 2021 como I Still Have Faith in You e alguns deep cuts, como I Do, I Do, I Do, I Do, I Do.

Money, money, money…

Para poderem colocar o vosso vibrato à prova, vão precisar de utilizar um microfone com ligação USB ou o vosso smartphone. Esta foi, de resto, uma das nossas maiores críticas o ano passado, pela forma como a app, embora captasse bem o som, se desligava ou perdia a ligação com o jogo de forma repentina.

E em Let’s Sing ABBA, acontece exatamente o mesmo. Aliás, a experiência é absolutamente idêntica: o som é bem captado e a aplicação, infelizmente, continua a ir abaixo de forma repentina. Se porventura tiverem microfones que se liguem à vossa consola, estão mais descansados para as eventuais festas com ABBA no centro. Se estiverem dependentes da app, será melhor gerirem as expectativas dos vossos convidados, para limitarem as possíveis quezílias em duelos que se desliguem a meio por falha de conexão.

Segue o Future Behind: Facebook | Twitter | Instagram

Este é o maior problema da franquia e que se torna cada vez mais intolerável a cada nova iteração. O jogo não altera nada, absolutamente nada. Jogar a edição de 2021, 2022 e 2023 é exatamente a mesma experiência, da UI aos modos de jogo e até à funcionalidade dos acessórios. Mudam apenas as playlists e, no caso deste título, a exclusividade de músicas duma só banda.

lsa ss 3

Se por um lado é verdade que o mercado de jogos de música implodiu, desde que a Activision e a EA entupiram as lojas com dezenas de versões “diferentes” de Guitar Hero e Rock Band, respectivamente, também é verdade que ainda existe uma franja de consumidores deste tipo de experiência que merece maior respeito.

Felizmente, e no caso de Let’s Sing ABBA, encontram uma versão que, mesmo sem qualquer tipo de iteração ou evolução, apresenta um bom catálogo de músicas portanto, se não tiverem nenhum jogo de karaoke, está aqui uma hipótese muito interessante.

Considerações Finais

Numa era em que os jogos encontram outros formatos de monetização, é absolutamente inexplicável como é que a saga Let’s Sing ainda se mantém no modelo tradicional de aquisição anual, se a única atualização é mesmo a lista de músicas. Faria provavelmente muito mais sentido lançar coleções, tal como um Season Pass, que possam ir atualizando o jogo base e, assim, recuperar espaço e tempo para melhorar a componente técnica da base.

lsa ss 5

Mas o que temos é, infelizmente, o entupir do mercado com o mesmíssimo jogo todos os anos, com músicas diferentes ou com uma banda específica, como é o caso de Let’s Sing ABBA. E, para ser franco, é um ótimo jogo de karaoke dos ABBA. Não conseguiria, no entanto, recomendá-lo, não com este tipo de modelo.

nota 3

+ Excelente variedade de temas ABBA

+ É facilmente jogado por vários jogadores

– Os problemas de conectividade mantêm-se

– É decalque dos dois últimos Let’s Sing

– Se já possuem um dos jogos, não acrescenta

O Future Behind em "Dark Mode"