Análises

4.5

Análise F1 2019 – A F1 voltou e para melhor

Antes de começar a falar no jogo em si, tenho que falar no hype da F1 este ano. Este hype não vem por acaso, muita gente voltou a acompanhar a Formula 1 durante esta temporada e tal evento muito se deve ao Netflix e ao seu documentário: Formula 1: Dr...
4.5

Análise Crash Team Racing Nitro-Fueled

Crash está de volta!! 3….2….1….GO!! Crash Team Racing Nitro-Fueled é tudo o que queremos num remake e muito mais. Traz de volta a nostalgia deste grande clássico PlayStation, traz também conteúdo de Crash Nitro Kart e de Crash Tag Team Racing com gr...
3.5

Análise Muse Dash – Gostam de K-Pop?

Fiquem a olhar alguns segundos para o título do jogo… já está? Ok, agora tirem mais uns segundos para olhar para algumas das personagens que vão ter disponíveis: Feito? Agora... Bem, não preciso de vos dizer no que vai consistir o jogo, pois n...

Uma semana com o comando Xbox One Phantom White

Para quem gosta de comandos, ou outro hardware, em branco temos boas noticias. A nova escolha de cor para os comandos Xbox da linha Phantom  irá certamente deixar-vos felizes. Depois da edição especial Sport Red, as consolas da família Xbox One e Win...

Preview Trials of Fire: Para os amantes de estratégia

O desenvolvimento de Trials of Fire começa, curiosamente, num pub inglês onde dois amigos se juntaram para uma bebida depois de um dia de trabalho e chegam à conclusão que deveriam trabalhar num projeto em conjunto... foi assim que nasceu a Whatboy G...
3.5

Análise Team Sonic Racing

Vamos dar uma volta no tempo, pode ser? Estamos em 2012 e a SEGA, juntamente com a Sumo Digital, lança uma série de corridas com todas as personagens icónicas da companhia, com karts, aviões e barcos (tal como Diddy Kong Racing para a N64) juntamente...
3.0

Análise Vaporum – Um bom jogo que pode não agradar a todos

Entrando na torre... Dungeon crawlers é um daqueles gêneros de jogo que sempre me transmitiu uma enorme sensação de fascínio. Fico sempre intrigado em descobrir o que está escondido na sala ao lado, que passagens secretas me teriam falhado ou qual a...
3.0

Análise RAGE 2 – A diversão Pós-apocalíptica

Se nunca ouviu falar de RAGE não se admire. Foi um jogo que saiu em 2010 para iOS, e mais tarde, em outubro de 2011, foi feita uma portabilidade para Windows, Xbox 360 e PlayStation 3. Ora, passado menos de um mês deste jogo ser publicado pela Bethes...