É uma tendência que já tem sido vista em vários países da Europa e chega agora a Portugal. Os clubes de futebol estão a olhar para os desportos eletrónicos (eSports) como uma nova atividade desportiva que pode ajudar não só a capitalizar as marcas dos clubes, como também a trazer novos troféus e distinções.

Schalke 04, Valência, Wolfsburgo e Manchester City são clubes que já anunciaram a sua entrada nos eSports e hoje foi a vez do Sporting Clube de Portugal. Já tinham circulado rumores sobre essa possibilidade no início de julho, como relatou o eSports Observer, mas o clube de Alvalade apenas hoje, 21 de julho, confirmou os seus planos.



A aposta nos eSports é concretizada com a criação de um departamento específico que será liderado por Márcio Figueiredo, fundador da Steel Schock, uma organização com equipas de eSports, e Pedro Silveira, uma cara já conhecida em Portugal do universo dos videojogos – esteve ligado à produção de vários eventos deste segmento como a Lisboa Games Week.

Para já está confirmada uma equipa ‘leonina’ para o videojogo FIFA, uma escolha que o clube diz ser óbvia pela forte tradição que tem no futebol. Francisco “Quinzas” Cruz é o primeiro jogador confirmado, com o SCP a anunciar que realizará uma competição onde selecionará os restantes elementos.




Esta prova, denominada de Lion Games, será anunciada com mais pormenor durante o mês de agosto.

O clube já criou também perfis nas redes sociais onde é possível acompanhar os seus primeiros passos na área dos eSports, com destaque para o Facebook e também no YouTube.

Sem mais artigos